Com informações da Folha Online. O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Demóstenes Torres (DEM-GO), encomendou um parecer técnico para declarar...

Com informações da Folha Online.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Demóstenes Torres (DEM-GO), encomendou um parecer técnico para declarar a inconstitucionalidade da contratação de 82 estagiários como servidores da gráfica da Casa, há 17 anos.

As nomeações aconteceram quando já não era permitida a contratação de funcionários sem aprovação em concurso público.

Uma sindicância interna também pode ser aberta para discutir as contratações pelo chamado “trem da alegria”.

O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes, deve conversar hoje com funcionários da gráfica para decidir como investigará a denúncia, revelada pelo jornal o Estado de S.Paulo, no último fim de semana.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *