Espera-se para qualquer momento o desfecho do caso que envolve o centro negrálgico da Segurança em São Paulo. Presa à cadeira de Corregedora-Geral por...

Trefiglio: se ela não ligar pedindo a conta, o Secretário liga para ela.

Espera-se para qualquer momento o desfecho do caso que envolve o centro negrálgico da Segurança em São Paulo. Presa à cadeira de Corregedora-Geral por um fio, a delegada Maria Inês Trefiglio Valente segue comandando a polícia da polícia judiciária paulista. Mas em silêncio e longe da ribalta.

Pesa contra ela a ira do Secretário Antônio Ferreria Pinto, colocado no foco do escândalo, desatado depois que o Blog do Pannunzio e a Rede Bandeirantes divulgaram imagens que mostram delegados da corregedoria despindo à força uma escrivã que vinha sendo investigada por concussão. Maria Inês disse e reiterou, em entrevista coletiva concedida na última segunda-feira, que o secretário tinha conhecimento do video.

O secretário afastou três delegados e mandou investigar um quarto. Todos serão responsabilizados administrativamente pelas sevícias e pelo desrespeito que as cenas desvelam. Em nota oficial, Ferreira Pinto se disse perplexo com o arquivamento do caso determinado pela vara Distrital de Parelheiros e com a atuação do promotor de justiça responsável pelo inquérito. Mas não explicou por que só tomou providências quando o caso se tornou público, na última sexta-feira. E nada falou sobre a omissão da Corregedoria, que durante um ano e meio fez vistas grossas para os abusos, detemrinando, inclusive, o arquivamento de um procedimento administrativo.

Ressalte-se que o próprio procedimento administrativo só foi instaurado depois que o caso chegou ao conhecimento do Ministério Público por meio de um telefonema anônimo. Até então, as sevícias sofridas pela escrivã circularam internamente pelo computadores da Corregedoria, sempre em tom jocoso, mote de piadas infames feitas a partir dos dados anatômicos da vítima das sevícias.

“O jogo segue rolando”, diz um assessor da Secretaria, sem saber ainda que tratamento será dispensado à delegada-corregedora. Trefliglio tem um curriculum invejável. Ela atuou positivamente na limpeza do DETRAN, talvez o maior foco de corrupção da polícia paulista, resolveu os casos El Negro e Abadia. Nesses episódios, a conduta inflexível da corregedora foi fundamental para que o governo apresentasse resoltados para a sociedade.

O crédito das ações passadasconta pontos a favor de Maria Inês Trefiglio. Apesar de odiada por boa parte da corporação, ninguém questiona a honestidade pessoal da delegada durona. Mas neste momento, seu cacife político parece não ser suficiente para conter o alarido provocado pelas imagens dos policiais arrogantes arrancando as calças da escrivã indefesa. E tudo isso foi agravado pelas declarações da própria corregedora, que chegou a elogiar o comportamento selvagem dos subordinados.

O afastamento dos quatro delegados e a instauração de outro procedimento administrativo desmoralizaram a delegada. A determinação do secretário de segurança aniquilou todos os esforços para dar à atuação da Corregedoria uma aura de normalidade, como se pretendeu nas primeiras horas após a divulgação do video. Salvo a própria Maria Inês Trefiglio, ninguém na SSP quer se comprometer com os erros dos prepostos da delegada. Especialmente o secretário Ferreira Pinto.

O episódio também deixou sequelas no Palácio dos Bandeirantes. O governador Geraldo Alkmin não aceita a partidarização do episódio, que teria acontecido com as manifestações enfáticas de autoridades federais condenando o comportamento da polícia paulista. A ação desastrada dos policiais-corregedores obscurece e mancha a reputação de uma polícia que, mal ou bem, vem apresentando resultados positivos, como a redução drástica dos índices de homicídios, que serviram como combustível para o bom desempenho do atual governador nas últimas eleições.

Embora o Palácio dos Bandeirantes não admita ser pressionado pela indignação de agentes e delegados de polícia, o governo está acompanhando a convocação de um ato de protesto marcado para o dia 25, quando policiais civis prometem parar o trânsito e acionar sirenes por cinco minutos na porta da Corregedoria.

O prédio fica na Rua da Consolação, quase na esquina da Avenida Paulista, local de grande afluxo de veículos e pedestres. Qualquer interdição do tráfego naquele local gera reflexos na malha viária de São Paulo, o que poderia amplificar a reverberação dos portestos.

A manifestação está sendo convocada pela internet, como uma espécie de flash-mob dos indignados. Até agora, avalia-se que os “coordenadores” do ato de protesto são policiais interessados em desmoralizar a corregedora porque temem sua atuação. Segundo uma fonte da Secretaria, a motivação central seria o comprometimento da clientela habitual da Corregedoria — policiais corruptos que se viram em má situação a partir da gestão inflexível de Maria Inês Trefiglio.

Mas essa é apenas a maneira como a oficialidade enxerga o problema. A julgar pelos milhares de comentários postados em sites que trataram do assunto, a causa da indignação está nas próprias atitudes da corregedora, que foi incapaz de fazer uma autocrítica e de esboçar um pedido de desculpas. A esta altura, inócuo e impossível.

Comentários

  • Flavio Souza

    07/03/2011 #1 Author

    Assisi o video e nao vi homem algum despindo a escrivã, apenas uns vermes idiotas covardes que se acham porque estão armados atrás de uma função, nao te coragem de encarar bandidos ,a valentia deles é decorrente da arma, parecem uns nerds metrossexuais.

    Responder

  • Daniel

    26/02/2011 #2 Author

    Primeiro, está na cara que esse flagrante foi armado.

    Segundo, nunca, mas nunca mesmo esses maníacos, tarados, bandidos poderiam ter feito o que fizeram com essa moça…

    Fiquei muito triste e revoltado por tudo o que aconteceu com ela…

    Imagino se ela fosse minha irmã ou minha namorada e passasse por todo esse constrangimento, todo esse terror psicológico…

    Esses caras tem que ser processados, expulsos da polícia e presos por tudo que fizeram ela passar…

    PS: Quem defende a atitude desses nojentos não deve gostar de verdade de nenhuma mulher nessa vida…

    Responder

  • ANGEL

    25/02/2011 #3 Author

    A PRINCIPAL MARCA DOS SUCESSIVOS GOVERNOS DO PSDB, É A INCRÍVEL CAPACIDADE DE ESCONDER ELEFANTES, SOB O TAPETE! O PSDB ACABOU COM O QUE DEVERIA SER FOCO DE TOTAL COMPROMETIMENTO, DO POLÍTICO SÉRIO: SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA! O PSDB TEM O CONDÃO DE FAZER DO MAIOR CORRUPTO = MODELO DE VIRTUDE!

    O SECRETÁRIO PINTO É MODELO DE CORRUPÇÃO – DIRIGIU A SAP POR VÁRIOS ANOS, E AS PENITENCIÁRIAS E CDPS DE SÃO PAULO, COMO TODOS SABEM, É REDUTO SEGURO PARA OS LÍDERES DO PCC!

    A CORREGEDORA TEM CURRICULUM INVEJÁVEL, PORQUE CONTRIBUIU PARA A LIMPEZA DO DETRAN? ELA NÃO FEZ MAIS QUE LEVANTAR UM CASO DE VENDA DE CHNS… TODOS OS OUTROS INÚMEROS CASOS, FORAM PARA DEBAIXO DO TAPETE… LEVANTOU OS CASOS EL NEGRO E ABADIA? E JOGOU PARA DEBAISXO DO TAPETE, INÚMEROS OUTROS CASOS DE CORRUPÇÃO… ELA CRIOU UMA CORREGEDORIA TRUCULENTA E INJUSTA, QUE SÓ PERSEGUIU CORRUPTOS PÉS DE CHINELO (COMO A PRETENSA CORRUPÇÃO DE R$ 200,00 DA ESCRIVÃ – NA QUAL PESSOALMENTE, NÃO ACRDITO – PARA MIM FICOU CLARO QUE O DEMENTADO DELEGADO DA CORREGEDORIA, QUE SEGUNDO SUA CHEFE AGIU DE MANEIRA EXEMPLAR – TANTO INSISTIU PARA ESTAR PRESENTE A REVISTA, PORQUE SABIA QUE PRECISAVA ENTRUJAR NA INFELIZ, UM DINHEIRO QUE ELA "NÃO" HAVIA PEGO)! NO ENTANTO, SUA MATILHA DE CÃES, NUNCA INCOMODOU AOS MILHONARIOS DA POLÍCIA CIVIL, NUNCA FOI AOS VÁRIOS ORGÃOS DA POLÍCIA, CUJOS DELEGADOS E CHEFES, ESTACIONAM NOS PÁTIOS, VEÍCULOS QUE CUSTAM MAIS QUE 10 ANOS DE SALÁRIO DE UM POLICIAL CIVIL!!!! SE ISSO É MODELO DE VIRTUDE, LHES DIGO QUE NÃO SEI O QUE É CORRUPÇÃO!!!

    O FATO REAL É QUE, A CÚPULA DA POLÍCIA CIVIL, INCLUINDO O SECRETÁRIO, ESTÁ PRESA A UMA ENORME REDE DE CORRUPÇÃO, QUE TERMINA NAS PORTAS DOS GABINETES POLÍTICOS DESTE AVILTADO ESTADO!!!

    O ESTADO DE SÃO PAULO, É UM IMENSO ELEFANTE, COBERTO POR UM TAPETE!

    Responder

  • Wilson

    24/02/2011 #4 Author

    VERGONHA!! Que mais posso dizer? O pior é que a corregedora é mulher, e, sendo mulher permitiu tal prática abusival contra outra mulher. Espero que a corregedora (com letra minuscula mesmo) se demita, e além do mais, responda criminalmente juntamente com seus asseclas.

    Responder

  • Paula

    24/02/2011 #5 Author

    Como cidadão paulista, pagador de impostos caríssimos, tenho o direito de ter uma Polícia à altura do Estado mais caro do País.
    E agora, fico sabendo que os delegados de São Paulo recebem o pior salário do País???? PARA ONDE ESTÁ INDO O DINHEIRO DOS MEUS IMPOSTOS??????
    Ontem fui obrigado a fazer um B.O. e encontrei um delegado com uns 50 ou 60 anos, nitidamente cansado e desmotivado, que atendia o público. Parecia fazer isso há décadas, sem perspectiva.
    Se o pessoal é desmotivado, ganha menos que qualquer outro Estado, ISSO É LEVAR A SEGURANÇA A SÉRIO???

    REVOLTANTE

    Responder

  • TIO DE ESCRIVÃO

    24/02/2011 #6 Author

    É INTERESSANTE NOTAR TAMBÉM QUE A CORREGEDORIA, RECENTEMENTE, FEZ OUTRA BOBAGEM AO PRENDER DOIS DELEGADOS NA ZONA LESTE, ACUSANDO-OS DE ENGOLIR UMA SUPOSTA LISTA QUE SERIA PROVA DO RECEBIMENTO DE PROPINAS E QUE JÁ ESTAVA EM PODER DOS INQUISIDORES QUANDO ESSES SE "DISTRAÍRAM" E DEIXARAM A TAL LISTA SOBRE A MESA DOS ACUSADOS, AUSENTANDO-SE DO LOCAL POR "CINCO SEGUNDOS".
    QUE TIPO DE POLICIAL DEIXARIA UMA PROVA DOCUMENTAL DE SUMA IMPORTÂNCIA NA MESA DO SUSPEITO E VIRARIA AS COSTAS? NÃO É DE SE SUPOR A INEXISTÊNCIA DE TAL LISTA? FATOS ASSIM SÓ SERVEM PARA DENEGRIR A INSTITUIÇÃO.
    .

    Responder

  • Leandro

    24/02/2011 #7 Author

    Desde quando Ferreira Pinto assumiu o comando da SSP/SP – a Correge está sob seu comando. Ele mesmo disse isso em várias ocasiões, aí indago: O quê é pior, ele não ter visto e ter se omitido ao fato ocorrido???

    Responder

  • PC ACUADA 3

    24/02/2011 #8 Author

    O MAIS SINISTRO É QUE O VÍDEO MOSTRA CLARAMENTE QUE AS NOTAS MOSTRADAS NÃO FORAM ENCONTRADAS COM A VÍTIMA, POIS SOMENTE APARECEM NAS MÃOS DO INQUISIDOR.

    Responder

  • Bruno Diogo – Pr.

    24/02/2011 #9 Author

    Em 05 de outubro de 1988 assim discursou o Sr. Ulisses Guimarães na cerimônia de promulgação da CF/88 "…A Constituição certamente não é perfeita. Ela própria o confessa, ao admitir reforma. Quanto a ela, discordar, sim. Divergir, sim. Descumprir, jamais. Afrontá-la nunca. Traidor da Constituição é traidor da Pátria. Conhecemos o caminho maldito: rasgar a Constituição, trancar as portas do Parlamento, garrotear a liberdade, mandar os patriotas para a cadeia, o exílio, o cemitério…".

    Todos os agentes públicos que estão naquela sala são traidores da pátria, a Sra. Corregedora e o SSP que tinha conhecimento também. E o Goverrnador Geraldo Alckim, se não tomar nehuma providência também será um traidor da Consituição e da pátria.

    Responder

  • anonimo

    24/02/2011 #10 Author

    ALIÁS, COMO O POLICIAL NÃO PERDE TAL CONDIÇÃO QUANDO ASSUME SUAS FUNÇÕES JUNTO A CORREGEDORIA, GOSTARIA DE SUGERIR TAMBÉM AOS COLEGAS QUE PROCUREM OS TUBARÕES TAMBÉM FORA DA INSTITUIÇÃO, OU VOCÊS ACREDITAM EM BRANCA DE NEVE E QUE A POLÍCIA E A ÚNICA INSTITUIÇÃO ONDE PERMEIAM OS CORRUPTOS.

    VAMOS ACORDAR E AJUDAR O NOSSO GOVERNADOR A PAGAR UM MELHOR SALÁRIO AOS POLICIAIS, INVESTIGANDO A CORRUPÇÃO DE MANEIRA MAIS AMPLA, EVENTUALMENTE ATÉ NO GOVERNO DO ESTADO, FISCALIZANDO OS GASTOS PÚBLICOS, OS GRANDES CONTRATOS COM EMPREITEIRAS E GRANDES FORNECEDORES DO PODER PÚBLICO EM GERAL, RESPONSÁVEIS POR CONTRATOS MILIONÁRIOS (NÃO QUE NÃO SEJAM NECESSÁRIOS), MAS SABE COMO É, AS VEZES PODER TER UM SUPERFATURAMENTO DAQUI OUTRO DALI, UMA PROTEÇÃOZINHA A UMA EMPRESA OU A OUTRA EM TROCA DE PROPINA, SABE COMO É.

    VAMOS ACORDAR E VAMOS AJUDAR O NOSSO GOVERNADOR A COMBATER A CORRUPÇÃO EM TODOS OS NÍVEIS DE SEU GOVERNO.

    Responder

  • anonimo

    24/02/2011 #11 Author

    MAS ENTÃO QUE APRENDAM A TRABALHAR DIREITO, COM A NECESSÁRIA E, PORQUE NÃO DIZER, INDISPENSÁVEL SERIEDADE DE QUEM, AO ESCOLHER ATUAR NA CORREGEDORIA, UM DIA SE JULGOU PARADIGMA DA MORAL, BONS COSTUMES E DA LEGALIDADE.

    OLHEM, NÃO ESTOU DEFENDENDO A IMPUNIDADE NÃO! ALIÁS PARABENS A TODOS AQUELES QUE QUEIRAM COMBATER A CURRUPÇÃO, INCLUSIVE POR QUE NÃO AOS COLEGAS QUE PARTICIPARAM DESTA OPERAÇÃO, SÓ QUE LHES DOU NOTA ZERO QUANTO A EXECUÇÃO DE SEUS JUSTOS (ENFATISO, JUSTOS!) PROPÓSITOS.

    INFELIZMENTE NÃO VEJO O MESMO EMPENHO NO COMBATE AOS TUBARÕES. CHEGA DE PIROTECNIA SÓ PARA PEGAR BAGRINHO, VAMOS A CAÇA DE PEIXE GRANDE ÍNCLITA CORREGEDORIA. CORAGEM!!!!!!! CORAGEM PARA ENFRENTAR OS GRANDES!!!!!!!! ESTAMOS TORCENDO PARA AÇÕES DE MAIORES PROPORÇÕES, POIS AÍ SIM, PODEREMOS NOS SENTIR ORGULHOSOS DE SERMOS POLICIAIS.

    Responder

  • anônimo

    24/02/2011 #12 Author

    Acho, pessoalmente, que não há mais nada para comentar sobre este lamentável episódio que já não tenha sido, explícita e vastamente, comentado. Aliás, não foram apenas simples comentários, na sua grande maioria foram sim justos e pontuais protestos contra a falta de respeito da própria Instituição Polícia Civil para com os direitos e garantias mais fundamentais de seus próprios Policiais.

    Ora, tal ação tinha o condão de combater a corrupção!? Ah vá! Ou como diria a mulher da vinheta do Pânico: "Que bom…!"

    Responder

  • Escriba

    24/02/2011 #13 Author

    Caro Jornalista Fabio Pannunzio
    Elogio a coragem da máteria posta em seu blog. Sou Escrivão de Polícia e estou arrasado. Esses delegados(as) egocentricos estão acabando com a Polícia de Civil de São Paulo. Não é de hoje que somos humilhados e desrespeitados por inúmeros deles que se acham acima do bem e do mal. Fazemos o serviço deles direto e somos tratados como serviçais sem nenhum tipo de respeito. Se fosse uma delegada que estivesse na condição de suspeita, será que o tratamento seria igual? Palhaçada. Se esses delegados não forem exonerados via rápida a Polícia Civil nunca mais irá recuperar sua credibilidade. A corregedora se tivesse um pingo de dignidade pederia exoneração do cargo o mais rápido possível. Conto com a vossa prestimosa ajuda para que esse caso não caia no esquecimento. Um abraço.

    Responder

  • José

    24/02/2011 #14 Author

    Caro Pannunzio,

    O que está em jogo aqui é o modelo de polícia que nós brasileiros queremos, uma polícia cidadã que respeita a integridade física, a moral, a intimidade e a dignidade dos brasileiros, ou a velha polícia de sempre que no afã de status, de números, de exibicionismo, passa por cima de todas as normas elementares de direitos humanos, violando todos os basilares pelos quais milhares de homens e mulheres lutaram no decorrer das décadas.
    Como divulgado pela BAND autoridades de auto escalão sabiam das imagens que vieram a público e na fizeram ou tentaram maquiar os fatos, acabado por obter o arquivamento de toda a sujeira. Literalmente varreram a lama para debaixo do tapete.
    O caso ainda trás a baila a questão da independência dos poderes, pois vejam que não só Autoridades do executivo, como também do Judiciário foram comunicadas sobre os eventos. Agora todos querem providências e tentam escolher um bode expiatório.
    Acredito que todos tem sua parcela de responsabilidade e cada um, sem exceção, deve responder na medida de sua responsabilidade por sua ação e omissão em relação aos fatos.
    A manutenção da atual Corregedora, bem como do atual Secretário comprometem a imagem de Geraldo Alckimin, pois trás para si o ônus de ter sob sua responsabilidade pessoas que compactuam com arbitrariedades e abusos praticados por subordinados.

    Responder

  • PC ACUADA 3

    24/02/2011 #15 Author

    ERA UMA VEZ, NOS TEMPOS DA INQUISIÇÃO…

    Responder

  • PC ACUADA 2

    24/02/2011 #16 Author

    MUITO mais que um desrespeito às mulheres, é a inquisição que tomou conta da Polícia Civil paulista, após a greve desta por salários e condições humanas e justas de trabalho. O governador anterior, logo após o episódio, nomeou o atual Secretário, Ex- PM e sabidamente não simpatizante da Polícia Civil, visando intimidar a classe; passaram até a desarquivar Procedimentos Administrativos findos com o intuito de demitir os acusados.
    Deste modo, diante desta "INQUISIÇÃO", muitos policiais honestos tiveram suas carreiras e vidas destruídas, em nome de uma vingança política, pelo desgaste que a greve causou na imagem do ex-governador.
    O VÍDEO REVELADO MOSTRA APENAS PARTE DO TERROR IMPOSTO À CATEGORIA – O RESTO FICA POR CONTA DOS BAIXOS SALÁRIOS E O SUCATEAMENTO DA CARREIRA QUE PARECE NÃO TER FIM.
    O GOVERNADOR ATUAL ACEITOU IMPORTAR A CRISE DO GOVERNO PASSADO E CONTINUAR COM A TRADIÇÃO DE SEU PARTIDO POLÍTICO – TUDO INDICA QUE PAGARÁ O PREÇO!

    Responder

  • FredericoCostaMiguel

    24/02/2011 #17 Author

    A PERGUNTA É: O PRÓPRIO GERALDO ALCKMIN ESTÁ LEVANDO A SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA A SÉRIO? O Sindicato dos Delegados de SP e a Associação dos Delegados sequer foram recebidos pelo GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN, apesar de inúmeros Ofícios e tentativas.

    Sequer fomos recebidos em Audiência pelo Governador Geraldo Alckmin!

    O DELEGADO DE POLÍCIA DE SP É O MAIS MAL REMUNERADO DO PAÍS!

    Isso é levar a Segurança Pública a sério?

    Responder

    • Luciano Prado

      24/02/2011 #18 Author

      E os tucanos ainda dizem que querem se aproximar das massas. Só se for das massas cheirosas.

  • Frederico Miguel

    23/02/2011 #19 Author

    Prezados leitores,

    Sugiro que ouçam com atenção a essa reportagem e depois me digam se a Segurança Pública de SP é levada a sério!
    http://eptv.globo.com/emc/VID,0,1,31233;3,policia

    Responder

  • CIDADÃO

    23/02/2011 #20 Author

    http://mais.uol.com.br/view/99at89ajv6h1/promotor
    CONFORME A NOTÍCIA ACIMA, A PRÓPRIA CORREGEDORA CONFIRMA QUE O SECRETÁRIO DA SEGURANÇA SABIA DE TUDO E SE OMITIU. INFORMA AINDA QUE ELA SERÁ A SUPERVISORA DO PROCESSO ADMINISTRATIVO DE SEUS SUBORDINADOS, QUE JÁ ABSOLVEU PUBLICAMENTE. O QUE MAIS ME ENVERGONHA COMO CIDADÃO, É SUA CONDIÇÃO DE MULHER.

    Responder

  • Luciano Prado

    23/02/2011 #21 Author

    Quem está politizando o caso é o próprio governador quanto acusa o governo federal pelo caos na Secretaria de Segurança de São Paulo. Ele queria que as autoridades silenciassem? O mínimo que os ministros poderiam fazer seria recriminar e solicitar providências. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin nesse caso está perdido porque não está sabendo lidar com os fatos. As denúncias nasceram na imprensa paulista, portanto, no habitat de Alckmin e dos tucanos.

    Responder

  • Luciano Prado

    23/02/2011 #22 Author

    Leiam esta matéria do G1 (atualizada) e vocês verão o caos. Ofício da OAB-SP denunciando toda a selvageria iniciada na Corregedoria de Polícia de São Paulo foi enviado para várias instituições do Estado tendo circulado pelo gabinete do Governador de São Paulo, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Secretaria de Segurança e retornado para onde tudo começou: a Corregedoria. É como se o cachorro corresse atrás do próprio rabo. Difícil de acreditar, mas é a verdade. Somente depois da denúncia é que alguma providência foi tomada. O jornalista Fábio Pannunzio bem que poderia publicar a matéria toda (atualizada). É de arrepiar. Aqui: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/02/oab

    Responder

  • Shuman

    23/02/2011 #23 Author

    Gestapo.
    S.S.

    Responder

    • José Antonio

      23/02/2011 #24 Author

      Acho que a coisa tá pior que Gestapo e S.S.

  • José Antonio

    23/02/2011 #25 Author

    Delegada durona? pois se for pra limpar a polícia paulista desrespeitando a Constituição, é melhor que ela continue suja!

    Alias o que está esperando o Sr. Governador Geraldo Alckim para exonerar também o Secretário de Segurança Pública Sr. Antonio Fereira Pinto? que como disse a corregedora, sabia dos fatos e também foi conivente com violação de direitos humanos no Estado de São Paulo.

    Acorda Alckim!!

    Responder

  • Frederico Miguel

    23/02/2011 #26 Author

    Ilustres leitores,

    Entendo que o Foco não pode residir apenas na Delegada-Corregedora que, naturalmente, errou (quem não erra?).
    O Foco também deve se dar em face do Secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, que há muito, vem HUMILHANDO A POLÍCIA CIVIL SP (gratuitamente) pelas seguintes razões:

    1 – O Secretário de Segurança Pública Antonio Ferreira Pinto tomou conhecimento da barbárie em 2010 e nada fez, QUANDO DEVIA FAZER;

    2 – O Secretário de Segurança Pública Antonio Ferreira Pinto exara duras e injustas críticas à POLÍCIA CIVIL DE SP, chamando-a de INERTE E LETÁRGICA, criticando a atuação de um dos melhores Delegados-Gerais de todos os tempos, Dr. Domingos, o que causou imensa revolta por parte dos policiais civis que viram nele (Dr. Domingos) um homem empenhado no resgate da IMAGEM E DIGNIDADE DA POLÍCIA CIVIL SP.

    3 – O Secretário Antonio Ferreira Pinto critica severamente a POLÍCIA CIVIL, o que nos remete à seguinte indagação:
    A culpa por uma POLÍCIA CIVIL supostamente INERTE E LETÁRGICA é somente dos POLICIAIS OU É TAMBÉM E PRINCIPALMENTE CULPA DE QUEM A DIRIGE?

    4 – O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA, ANTONIO FERREIRA PINTO admite, em SP, que um Agente da Autoridade (Coronéis e demais oficiais da PM) receba maiores salários do que as próprias Autoridades Policiais (Delegados de Polícia)

    5 – Com o pretexto de COMBATER A CORRUPÇÃO NA POLÍCIA CIVIL (Pretensão Justa e Premente), o Senhor Secretário admitiu uma atuação totalmente marginal aos mais elementares direitos da Dignidade da Pessoa Humana;

    5 – Em SP O DELEGADO DE POLÍCIA RECEBE O PIOR SALÁRIO DO BRASIL!!!! ISSO É LEVAR A SEGURANÇA PÚBLICA A SÉRIO???

    Responder

    • Luciano Prado

      24/02/2011 #27 Author

      Frederico, só um sindicato forte e que represente de fato a categoria pode fazer face às intromissões e desmandos políticos na Polícia de São Paulo.

      Sozinhos, desarticulados não chegarão a lugar algum. E o governo paulista sabendo disso trabalha para desagregar e mantendo o poder de manipulação.

      Apenas denunciar não resolve. É preciso articulação, união em torno propostas sérias e relevantes e que vá ao encontro dos anseios da instituição e da sociedade. Só assim vocês conseguirão uma polícia a altura do povo paulista.

    • Frederico Miguel

      24/02/2011 #28 Author

      Prezado Luciano, Fabio Pannunzio e demais leitores deste respeitável BLOG,

      muito obrigado pela atenção e tentativa de sugerir meios de melhorar o "Sistema" de Segurança Pública Bandeirante, essa CAIXA PRETA, que nunca é divulgada pela mídia convencional!

      Ocorre que, hoje em dia, é fato que não dependemos mais exclusivamente da mídia convencional (aqui em SP, em geral, muito afiada com o Governo Estadual PSDB), haja vista a queda do Ditador do Egito Hosni Mubarak, cuja queda foi impulsionada através das REDES SOCIAIS – FACEBOOK, BLOGS etc

      Você tem razão. Mas em SP é muito dura a realidade para nós, Delegados de Polícia sérios. Além do desgaste que o combate à criminalidade causa, temos como nosso maior adversário aquele que deveria ser o nosso maior aliado, o GOVERNO!

      Vejo que há 13 anos, esse Governo do PSDB está LITERALMENTE DESTRUINDO A SEGURANÇA PÚBLICA DE SP – silenciosamente (e com o silêncio eloqüente de muitas mídias famosas e de questionável seriedade).

      Ora, se a Segurança Pública é o segundo tema que mais preocupa o PAULISTANO e o Delegado de Polícia (a maior Autoridade Policial em termos de Segurança Pública) recebe o PSDB – PIOR SALÁRIO DO BRASIL, ouso indagar:

      O GOVERNO DE SP LEVA A SEGURANÇA PÚBLICA A SÉRIO???

      Como o PAULISTA continua elegendo políticos dessa linha?

      Na minha turma de Delegados (2009), 180 tomaram posse. Hoje, pouco mais de dois após, 50 já se exoneraram!

      Minha fé está, além dos embates sindicais (muito bem sugeridos pelo sr.), nas DENÚNCIAS EM MÍDIAS ALTERNATIVAS, já que dificilmente as convencionais divulgam "verdades inconvenientes".

      Respeitosamente,

      Frederico Costa Miguel – DELEGADO DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO – PELO RESGATE DA DIGNIDADE DA POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO, EM PROL DO CIDADÃO!

    • Frederico Miguel

      24/02/2011 #29 Author

      A Procuradora de Justiça do Caso Operação Pelada disse estar envergonhada da "nossa polícia", cometendo INJUSTA

      GENERALIZAÇÃO!

      Esqueceu-se de um detalhe. O caso foi arquivado a pedido do promotor Everton Zanella, que não vislumbrou nenhum

      abuso por parte dos policiais. E do nosso Ministério Público, será que essa Procuradora não está envergonhada???

      Frederico Costa Miguel

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *