Com informações do Estadão. O senador José Nery (PSOL-PA) solicitou hoje à assessoria jurídica da legenda que analise a possibilidade de o partido ingressar...

Com informações do Estadão.

O senador José Nery (PSOL-PA) solicitou hoje à assessoria jurídica da legenda que analise a possibilidade de o partido ingressar com nova representação contra o presidente do Senado, José Sarney no Conselho de Ética.

Nova denúncia divulgada hoje, mostra gravações realizadas pela Polícia Federal que indicam a participação de Sarney na edição dos chamados “atos secretos”.

Para Nery, houve quebra de decoro parlamentar na ação. Essa vai ser a segunda representação do partido contra Sarney, que também enfrenta diversas denúncias do tucano Arthur Virgílio no colegiado.

Assim que o recesso parlamentar terminar, o senador José Nery também deve recorrer contra a permanência do suplente de suplente, Paulo Duque (PMDB-RJ) na presidência do Conselho.

Na última semana, o octogenário Duque afirmou que o PSOL era um partido pequeno, que sequer existia. Nas pérolas proferidas, o parlamentar também disse que a opinião pública era muito “volúvel” e, ironicamente, que deve ter sido eleito “pelos meus belos olhos azuis”.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *