Com informações do Greenpeace e da Folha Teve início há poucos minutos a sessão do Tribunal de Contas da União (TCU) que pode decidir...

Com informações do Greenpeace e da Folha

Teve início há poucos minutos a sessão do Tribunal de Contas da União (TCU) que pode decidir sobre a liberação das obras na usina nuclear de Angra 3. O tribunal identificou graves irregularidades no contrato com a Construtora Andrade Gutierrez. O sobrepreço seria de R$ 227 milhões.

A construção da usina está suspensa há cerca de 23 anos e, para recomeçar, depende agora de um pronunciamento final do tribunal sobre as condições do contrato. A retomada das obras estava prevista para o fim de junho, segundo balanço do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), mas a previsão de atrasar, caso seja necessária nova licitação.

O custo para a conclusão de Angra 3 está estimado em mais de R$ 7 bilhões, além do dinheiro já gasto na compra dos equipamentos e na manutenção do canteiro de obras.

Mais informações em alguns minutos no Blog.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *