Por orientação do Palácio do Planalto e de aliados do tucano Aécio Neves, o triângulo PT-PSB-PSDB em apoio ao prefeito de Belo Horizonte, Márcio...

Por orientação do Palácio do Planalto e de aliados do tucano Aécio Neves, o triângulo PT-PSB-PSDB em apoio ao prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), está à beira da implosão.

Até Lacerda reconhece: “Se fosse agora, 99% de impossibilidade [de reedição do acordo que o elegeu]. Mas, daqui a uns oito meses, a coisa toda pode mudar”, disse o prefeito, alegando que a precipitação do debate impõe risco à administração.

Sob a avaliação de que Aécio deve ser tratado como um adversário em potencial, integrantes do governo Dilma avisaram ao PSB que não apoiarão Lacerda no ano que vem caso o PSDB permaneça em sua base.

“O PT nacional não quer o PSDB na aliança”, disse o presidente de honra do PT de BH, Aluisio Marques.

Apesar da pressão para que tentem recuperar a prefeitura, petistas até admitem reeditar a aliança de 2008, desde que o PSB se comprometa para a disputa de 2014.

“Temos que buscar uma aliança na capital, desde que o PSB entenda que estaremos juntos em 2014. Se não, seguiremos nosso caminho”, afirmou o deputado Odair Cunha (PT-MG).

via Folha de S.Paulo – Planalto articula fim de aliança PT-PSDB em Belo Horizonte – 26/02/2011.



Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *