Com informações da Folha Online. A Diretoria Geral do Senado anunciou hoje que vai demitir o servidor Henrique Dias Bernardes. Ele é namorado da...

Com informações da Folha Online.

A Diretoria Geral do Senado anunciou hoje que vai demitir o servidor Henrique Dias Bernardes. Ele é namorado da neta do presidente da Casa, José Sarney, e um dos 218 funcionários admitidos por meio de atos secretos.

A deccisão foi tomada depois que grampos realizados pela Polícia Federal indicaram que José Sarney negociou a ocupação da vaga, antes pertencente ao neto dele, que também trabalhou na Casa.

Henrique deve ser exonerado com os demais servidores identificados pela comissão que vai analisar a anulação dos atos nos próximos 20 dias.

Apesar de estar lotado para trabalhar no órgão central de coordenação e execução da Diretoria Geral, Bernardes trabalhava no Serviço Médico do Senado.

O novo escândalo, divulgado pelo Jornal O Estado de S.Paulo, complica ainda mais a situação de José Sarney, que afundou o Senado na maior crise política da história do país.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *