Com informações da Folha Online. A Corregedoria da Câmara dos Deputados vai investigar a participação de parlamentares na venda da cota de passagens aéreas....

Com informações da Folha Online.

A Corregedoria da Câmara dos Deputados vai investigar a participação de parlamentares na venda da cota de passagens aéreas. A decisão foi tomada hoje pelo presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP).

Ele também ordenou a abertura de 44 processos administrativos contra servidores envolvidos na chamada “farra das passagens” e identificados pela comissão que apura o comércio ilegal desses bilhetes.

Os nomes dos participantes, entretanto, não foram divulgados, mas a suspeita é a de que funcionários de gabinetes vendiam as cotas de passagens dos deputados para agências de turismo, que revendiam os bilhetes e repassavam parte dos recursos a esses trabalhadores.

Esta comissão foi criada para apurar a denúncia de que mais de 100 parlamentares usaram as cotas disponíveis para financiar viagens de familiares e de terceiros ao exterior

No mês passado, entretanto, a Câmara decidiu arquivar a investigação e anistiar todos os políticos.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *