Com informações do Estadão. O presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ) afirmou hoje que não vai convocar reunião de emergência...

Com informações do Estadão.

O presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ) afirmou hoje que não vai convocar reunião de emergência entre os integrantes do colegiado durante o recesso. Segundo ele, a convocação não é regimental e muitos dos quinze parlamentares que compõem o Conselho de Ética estão passando férias nos estados de origem ou mesmo fora do país. “Não tenho como convocar 15 pessoas para se reunirem durante o recesso”.

O pedido havia sido feito pelos senadores Pedro Simon (PMDB-RS) e Cristovam Buarque (PDT-DF), que querem a investigação das últimas denúncias envolvendo o presidente da Casa, José Sarney. Grampos telefônicos realizados pela Polícia Federal, com autorização da Justiça, apontam Sarney como um dos participantes no esquema de contratação do namorado da neta por meio de atos secretos.

Paulo Duque, que passa férias no Rio de Janeiro, não quis repercutir o escândalo que estourou contra o colega de partido.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *