CLICK Bradesco cede a governo e aceita tirar Agnelli da Vale Decisão de afastar executivo foi tomada em reunião de acionistas O presidente da...

CLICK

Bradesco cede a governo e aceita tirar Agnelli da Vale
Decisão de afastar executivo foi tomada em reunião de acionistas

O presidente da Vale, Roger Agnelli, não continuará à frente da companhia. A notícia foi dada pelo colunista do GLOBO Ancelmo Gois no seu blog, ontem à tarde. O Bradesco cedeu à pressão do governo para trocar o executivo numa reunião ontem em São Paulo, entre o presidente do Conselho de Administração do banco, Lazaro Brandão; o ministro da Fazenda, Guido Mantega; e o presidente da Previ (fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil), Ricardo Flores. A União tem participação na companhia por meio do BNDESPar. Nos últimos meses, sucessivos desgastes com o governo indicavam a saída de Agnelli, que tem mandato até maio. Pelo acordo de acionistas da Vale, são necessários 75% dos votos para eleger ou destituir o presidente da empresa. Oficialmente, nem a Vale, nem os acionistas, nem o governo se pronunciaram sobre o assunto. (Págs. 1, 22 e 29 a 31)

Foto legenda: Dengue a 25 por hora
Uma borracharia que resiste às obras do Transoeste, na Barra, vira potencial foco de Aedes. Em apenas um dia, a cidade registrou média de 25 notificações por hora. (Págs. 1, 16 e 17)

Brasil terá de importar até álcool dos EUA
Depois de reclamar das barreiras ao etanol brasileiro nos EUA, o país vai importar 200 milhões de litros dos americanos para suprir o consumo do Nordeste, informa Ancelmo Gois. A Petrobras trará 1,5 milhão de barris de gasolina dos EUA. (Págs. 1, 22 e 32)

Pão de Açúcar pode ter que vender Ponto Frio
A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae), do Ministério da Fazenda, recomendou ao Cade que determine ao Pão de Açúcar vender o Ponto Frio ou as Casas Bahia para evitar concentração. (Págs. 1 e 33)

IOF maior encarece compras no exterior
Decreto que deve ser baixado na segunda-feira eleva de 2,38% para 6,38% o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas compras com cartão de crédito no exterior. O objetivo é encarecer os importados. (Págs. 1 e 34)

STF quer consulta prévia sobre projetos polêmicos
Para evitar mais polêmicas, como a da Lei da Ficha Limpa, o presidente do STF propôs que haja consulta prévia à Corte sobre projetos aprovados, antes da sanção presidencial. (Págs. 1, 3, Miriam Leitão e Dos Leitores)

Zuenir Ventura
Jader Barbalho não sabe como agradecer ao novel ministro Fux pelo desempate. (Págs. 1e 7)

Protestos, repressão e 25 mortes na Síria
Antes restritas ao sul, as manifestações contra a ditadura de Bashar al-Assad chegaram a Damasco e a outras regiões do país. Os protestos foram reprimidos com violência. Fala-se em 25 pessoas mortas. Na Líbia, representantes de Muamar Kadafi acenaram com reformas políticas. (Págs. 1, 37 e 38)

Nove policiais rodoviários são presos por corrupção (Págs. 1 e 19)

zp8497586rq
Comentários