Coalizão amplia ofensiva e discute Líbia pós-Gaddafi Sob o pretexto de defender civis, aliança ataca cidade natal do ditador, considerada estratégica para conquistar capital...

Coalizão amplia ofensiva e discute Líbia pós-Gaddafi
Sob o pretexto de defender civis, aliança ataca cidade natal do ditador, considerada estratégica para conquistar capital

Os países que lideram a ação militar na Líbia começaram a debater pianos para depois da eventual saída do ditador Muammar Gaddafi.
Na TV, Barack Obama (EUA) defendeu a transição, embora tenha negado que essa seja a meta das operações da aliança militar Otan. (Págs. 1 e Mundo)

Opinião: Apoio do Ocidente às tropas rebeldes fere resolução da ONU, escreve Igor Gielow. (Págs. 1 e Mundo A14)

Foto legenda: Rebelde arrasta quadro do ditador da Líbia. Muammar Gaddafi, em estrada de Bin Jawad

Copa no país está pior que na África, diz Fifa
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que, a três anos da Copa, o Brasil está mais atrasado na organização do torneio do que a África do Sul em 2007. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, não comentou.
Blatter tenta se reeleger na Fifa em junho. Teixeira apoia a oposição ao suíço.

O ministro Orlando Silva Jr. (Esporte) admitiu problemas em Natal e SP, mas disse que nas outras sedes as obras vão bem. (Págs. 1 e Esporte D2)

Governo eleva imposto sobre empréstimos fora do Brasil
O governo Dilma cobrará Imposto sobre Operações Financeiras de cerca de 6% sobre os empréstimos com prazo de até 360 dias tomados no exterior por bancos e empresas, relatam Valdo Cruz e Sheila d'Amorim.
Contra a enxurrada de dólares, vinha sendo cobrado IOF de 5,38% nas operações até 90 dias. (Págs. 1 e Poder A8)

Plutônio e água com radiação vazam da usina de Fukushima
Autoridades japonesas detectaram vazamentos de água com o maior índice de radiação desde o acidente nuclear de Fukushima 1. Vazamentos de plutônio também foram localizados fora da área dos reatores.
O saldo de mortos no terremoto e no tsunami ultrapassou 10,8 mil pessoas. O total de desaparecidos passou de 16,2 mil. (Págs. 1 e Mundo A17)

Tribunal de SP vai investigar juízes de baixa produtividade
O TJ-SP vai investigar disciplinarmente desembargadores responsáveis por processos que estão há pelo menos três anos sem julgamento. Mais de 47 mil causas estão nessa condição.
Os processos parados serão distribuídos para magistrados com melhor desempenho, que terão 120 dias para julgá-los. (Págs. 1 e Poder A13)

Alckmin fala em levar metrô até Taboão da Serra (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Telemarketing gera multas de R$ 48 milhões
O Procon-SP multou em R$ 48 milhões um total de 53 empresas que desrespeitaram lei sobre ligações de telemarketing. Do total, foram pagos só R$ 95 mil. As empresas têm recorrido das sanções. (Págs. 1 e Mercado B1 e B3)

Editoriais

buy cigars online cheap

Leia “Laranjal de concessões”, sobre problemas nas licitações de rádio e TV, “Prostração com a dengue”, acerca das falhas no combate a doença. (Págs. 1 e Opinião A2)

zp8497586rq
Comentários