Com informações do Portal Abril. As acusações contra o presidente do Senado, José Sarney, vêm aparecendo quase todos os dias na mídia. Nesses mais...

Com informações do Portal Abril.

As acusações contra o presidente do Senado, José Sarney, vêm aparecendo quase todos os dias na mídia. Nesses mais de cinco meses de crise, recaem denúncias de nepotismo, participação nos atos secretos, desvio de verbas em benefício próprio, entre outras irregularidades. Na tentativa de se defender, Sarney chegou inclusive a atacar a imprensa.

A tendência, com esta onda de escândalos, é que a imagem de Sarney seja enfraquecida ainda mais. Mas apesar disso, o historiador Marco Antonio Villa considera que o senador deve sair impune de toda a confusão que o envolve. “Se nosso país fosse sério, ele seria cassado”.

Para Villa, se o presidente continuar no comando do Senado até o fim do mandato, em 2014, muitas outras denúncias virão a público.

O historiador discorda que a imprensa esteja perseguindo José Sarney, mas admite que uma posição como a dele sempre atrai o foco de jornalistas e de investigações, mesmo que muitos outros estejam envolvidos em corrupção.

Leia mais clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *