Com informações do Estadão. A Polícia Federal e a Associação Nacional da Indústria de Armas lançaram hoje mais uma etapa da campanha de recadastramento...

Com informações do Estadão.

A Polícia Federal e a Associação Nacional da Indústria de Armas lançaram hoje mais uma etapa da campanha de recadastramento de armas.

O objetivo da ação é recadastrar 2 milhões de artefatos.

Para participar, basta o proprietário assinar uma declaração. Não é preciso comprovar a origem, nem mesmo pagar taxas.

Para quem quiser se desfazer de uma arma, a indenização paga para cada unidade varia de R$ 100 a R$ 300 a depender do calibre.

O recadastramento pode ser feito até o dia 31 de dezembro. Depois desse prazo, quem for apanhado com arma sem registro passa a ser tratado como criminoso, podendo pegar de um a três anos de prisão.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *