Devastação, pistolagem, pobreza, grilagem. Esta é a realidade num lugar em que, embora fique no coração do Brasil, não há sinal da presença do...

Devastação, pistolagem, pobreza, grilagem. Esta é a realidade num lugar em que, embora fique no coração do Brasil, não há sinal da presença do Estado. A região que se estende de Cuiabá, no Mato Grosso, a Santarém, no Pará, está entregue a grileiros, pistoleiros, garimpeiros e políticos corruptos. Essa enorme região concentra alguns dos problemas mais intrincados do país. A lei é a do mais forte. E a esperança morre junto com o asfalto, logo depois do muniucípio de Alta Floresta.

Na reportagem abaixo você vai conhecer como o abandono foi moldando a vida na parte setentrional da Amazônia. É dos grotões mais ameaçados pela virtual flexibilização das normas ambientais que o governo quer promover com o texto enxertado na MP-452.

Produzi a reportagem três anos atrás para o Jornal da Band. O áudio não está muito bom. Mas a denúncia, que continua atual, justifica a reprodução do conteúdo.

 

{flv}br163{/flv}

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *