Demissão é maior nas companhias de origem chinesa Levantamento demostra que, de cada 10 brasileiros, 4 deixam empresas em até um ano após a...

Demissão é maior nas companhias de origem chinesa
Levantamento demostra que, de cada 10 brasileiros, 4 deixam empresas em até um ano após a contratação

A rotatividade de trabalhadores brasileiros em empresas chinesas é bem superior à média do mercado. Levantamento feito pela Michael Page, uma das maiores multinacionais de recrutamento, indica que, de cada 10 contratados, 4 deixam o emprego em até um ano.
Esse número é 40% maior que o registrado por empresas brasileiras e 68% acima do verificado em multinacionais norte-americanas e europeias, relatam Érica Fraga e Cláudia Rolli.
O estilo chinês de gestão inclui longas jornadas, horas extras, teleconferências noturnas e metas de produção inegociáveis.
Operários brasileiros da taiwanesa Foxconn reclamam da pressão e do ritmo de trabalho hiperintenso, informa Natália Paiva. A empresa não se pronunciou.

Análise Confucionismo é responsável por choques culturais, escreve Raul Juste Lores. (Pag.1 Mercado B4 e B5)

Receita ruim dificulta concessão de aeroporto
O baixo faturamento nos aeroportos de Brasília (DF), Viracopos (SP) e Confins(MG) pode impedir o governo de anunciar um edital de concessão similar ao previsto para o lucrativo Guarulhos (SP), informam Dimmi Amora e Valdo Cruz.
O volume de recursos que podem ser obtidos com a exploração de atividades comerciais nesses três terminais é visto como pequeno demais para compensar o investimento nas obras necessárias para a Copa do Mundo de 2014. (Mercado B1)

Em 12 Estados, comando do PSD é pró-governo
O PSD (Partido Social Democrático), definido pelo prefeito Gilberto Kassab como ‘nem de direita nem de esquerda nem de centro”, nasce com viés pró-governo. Em 12 Estados, o comando está com aliados da presidente Dilma. (Pag.1 e Poder A4)

Editoriais
Leia “Recaída imperial”,que pede esclarecimento e “Autonomia sem foco”, sobre proposta de mudança no ensino médio.(Pág.1 e – Opinião A2

Indústria “criativa” e real forte atraem 30% mais estrangeiros-Pag.1 e Mercado B8

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *