Apenas 8% dos homicídios são solucionados no Brasil Dos 50 mil assassinatos ocorridos por ano, só 4 mil têm autores identificados Estudo feito em...

Apenas 8% dos homicídios são solucionados no Brasil
Dos 50 mil assassinatos ocorridos por ano, só 4 mil têm autores identificados

Estudo feito em cima de dados da pesquisa Mapas da Violência 2011 mostra que a grande maioria dos crimes de homicídio no Brasil fica sem punição. Dos 50 mil assassinatos ocorridos por ano, apenas 4 mil, ou 8% do total, têm autores identificados e presos. Em Alagoas, por exemplo, apenas 2% dos casos são elucidados. Métodos defasados de investigação e falta de investimentos na polícia técnica são algumas das razões apontadas para o não esclarecimento, segundo especialistas em estudos de criminalidade. O Conselho Nacional do Ministério Público quer agilizar as investigações e chama a atenção para um número também alarmante: o país pode ter hoje mais de 100 mil assassinatos sem solução em inquéritos abertos até o ano de 2007. No Rio, de 15 mil assassinatos cometidos nesse período, 60% estão prontos para ser arquivados. Outros 39% dependem de investigação e apenas 1% tem autoria identificada. (Págs. 1 e 3)

Foto legenda: Confronto religioso
Bombeiros tentam apagar as chamas numa igreja do Cairo, após um confronto entre islâmicos e cristãos que deixou 12 mortos na capital egípcia. (Págs. 1 e 19)

Professores do Rio não dominam computador
Apesar dos investimentos, a prefeitura do Rio está esbarrando na falta de preparo dos professores para o uso de computadores em sala de aula. Pesquisa da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Ibope e o Instituto Oi Futuro, mostra que 53% dos 5.505 docentes entrevistados tem dificuldades para explorar a tecnologia. Há também a subutilização de equipamentos. (Págs. 1 e 4)

Mais uma denúncia contra Dirceu
Os ex-donos da empreiteira Sigma, José Augusto Freire e Romênio Machado, acusaram o deputado cassado José Dirceu (PT) de tráfico de influência em favor da Delta, construtora que mais recebeu recursos federais em 2010. A oposição quer ouvir os empresários. (Págs. 1 e 5)

EUA: Bin Laden teve apoio no Paquistão
O presidente americano, Barack Obama, aumentou a pressão sobre o Paquistão ao afirmar que Osama bin Laden contou com uma rede de apoio no país, que poderia ser de pessoas de dentro do governo. Os EUA querem interrogar as três viúvas do terrorista. (Págs. 1 e 20)

Síria amplia repressão a manifestantes
O regime sírio intensificou o envio de tropas a cidades rebeldes, ampliando a repressão a manifestantes da costa do Mediterrâneo ao sul do país. Ontem, em ataques a Homs, a terceira maior cidade síria, 14 pessoas morreram. (Págs. 1 e 19)

Thomas L. Friedman
Levantes árabes estão mudando a forma de negociar a paz no Oriente Médio: do “atacado” para o “varejo”. (Págs. 1 e 19)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *