Conselhos dão renda para aliados de Kassab Dos 29 secretários, 17 foram nomeados conselheiros; gastos somam R$ 534 mil O prefeito de São Paulo,...

Conselhos dão renda para aliados de Kassab
Dos 29 secretários, 17 foram nomeados conselheiros; gastos somam R$ 534 mil

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, “engorda” os rendimentos de aliados e secretários com cargos nas oito empresas municipais.
São 75 conselheiros administrativos, que ganham R$ 6.000, e 36 conselheiros fiscais, R$ 3.000 cada, somando gastos de R$ 534 mil. (Págs. 1 e Poder A9)

Foto legenda: Onda de explosões
Fachada de agenda bancária em Cajamar após explosão causada por criminosos para retirar dinheiro de caixa eletrônico; neste ano, há casos semelhantes em ao menos outras 14 cidades da Grande SP. (Págs. 1 e Cotidiano C4)

Jogo de espiões
Com uma xícara de chá misturado a leite engordurado, tradição no Paquistão, um diplomata ocidental relata o estado das coisas em Islamabad. “Isso aqui é a capital da espionagem do mundo, e agora a guerra está estourando para o mundo real.” (Págs. 1 e Mundo A13)

Foto legenda: Breve visita
Moradores de Kawauchi, próxima a usina de Fukushima, recolhem objetos em suas casas; a construção de 14 reatores será revista, disse premiê. (Págs. 1 e Mundo A17)

Calcinha, sutiã e cueca vão trazer alerta anticâncer
Roupas íntimas serão vendidas no país com etiquetas alertando para a necessidade de exames contra o câncer de mama, de colo de útero e de próstata.
É o que prevê projeto que pode ir à sanção presidencial se não houver recurso em cinco dias. (Págs. 1 e Cotidiano C6)

Acordo permite votação hoje do Código Florestal
Um acordo na noite de ontem entre governo e deputados permitiu que seja votada hoje na Câmara a reforma do Código Florestal.
A principal discussão que resta está na dispensa de reserva florestal para áreas de até quatro módulos fiscais (400 hectares). (Págs. 1 e Ciência C9)

Alemanha não avaliza uma nova ajuda a Grécia (Págs. 1 e Mundo A16)

Editoriais
Leia “Promessa de ministro”, sobre proposta de Edison Lobão para derrubar preço da gasolina, e “O Itamaraty rebaixado”, sobre superpassaportes. (Págs. 1 e Opinião A2)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *