Brasil retalia Argentina e impõe barreira à importação de carros Medida serve para todos os países, mas é resposta ao protecionismo argentino contra produtos...

Brasil retalia Argentina e impõe barreira à importação de carros
Medida serve para todos os países, mas é resposta ao protecionismo argentino contra produtos brasileiros

O Brasil decidiu impor barreiras contra as importações de carros. O objetivo principal é forçar a Argentina a rever suas medidas protecionistas, mas a ação visa também a defender as montadoras instaladas no País do avanço dos automóveis vindos da Ásia, informam as repórteres Raquel Landim e Renata Veríssimo. Conforme antecipado ontem pelo portal estadão.com.br, desde a última terça-feira, os importadores de carros devem solicitar licenças de importação não automáticas, o que significa que podem demorar até 60 dias. Não estão incluídos na exigência pneus e autopeças, para não prejudicar o funcionamento das fábricas no Brasil. Na prática, a medida é retaliação contra a Argentina, já que o setor automotivo representa quase 40% das exportações do país para o Brasil. (Págs. 1 e Economia B1)

Geladeiras não entram
Barreiras impostas pelos argentinos têm dificultado a entrada de geladeiras, fogões e máquinas de lavar roupa no país. (Págs. 1 e Economia B3)

Foto legenda: Um debate que virou bate-boca na Câmara
Aldo Rebelo (PC do B-SP) fala ao microfone no plenário da Câmara na madrugada de ontem. Ao fundo (à dir. na foto), Marina Silva (PV-AC) reage: discussão do Código Florestal terminou em bate-boca entre o deputado – e relator do projeto – e a ex-senadora. Marina o criticou sobre mudanças no texto final. Aldo reagiu com ataques verbais ao marido da ex-senadora. (Págs. 1 e Nacional A4)

Base de Dilma dá primeiros sinais de crise
A votação do projeto do Código Florestal deflagrou a primeira crise na base aliada de Dilma Rousseff. Insatisfeitos com o conteúdo da proposta e com a demora no preenchimento dos cargos de segundo escalão, os aliados se uniram à oposição para derrotar o governo. A fusão ameaça agora a agenda legislativa do Planalto. (Págs. 1 e Nacional A4)

Votação do Código Florestal é adiada
O governo pretende modificar novamente o projeto do Código Florestal, que tramita na Câmara. Com isso, a votação do texto, que estava prevista para terça-feira, ficou sem data. (Págs. 1 e Vida A22)

Foto legenda: O segredo da caixa
Resgatada no, mar, caixa-preta do voo 447 é apresentada em Paris. Conclusões sobre o acidente serão conhecidas somente em 2012. (Págs. 1 e Cidades C3)

Interventor da ANS é acusado de estelionato (Págs. 1 e Cidades C1)

Prêmio Top Imobiliário
Ranking do ‘Estado’ celebra o desempenho do setor. (Págs. 1, Economia B18 e Caderno Especial)

Fernando Gabeira
Um Congresso no armário
É desapontador ver o reconhecimento dos direitos dos gays pelo STF, não pelo Congresso. Há um imenso buraco na Praça dos Três Poderes. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Dora Kramer
Zona de risco
A sessão sobre o Código Florestal mostra que a república está capenga, com imposição de hegemonia ao custo do equilíbrio entre os Poderes. (Págs. 1 e Nacional A8)

Notas & Informações
Foi bonita a festa
Os 4 mil prefeitos que fizeram a Marcha em Defesa dos Municípios retornaram de mãos abanando. (Págs. 1 e A3)

Esportes – Itaquerão, a R$ 1 bi, assusta
Corinthians e Odebrecht se reúnem hoje para discutir orçamento do Itaquerão. O grupo buscará reduzir o custo do estádio, de R$ 1 bilhão para R$ 700 milhões. O início das obras ficou para junho. (Págs. 1 e Nacional A8)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *