Governo dificulta importação para atingir Argentina Compra de automóveis não tem mais liberação automática para que vizinho reveja medidas contra produtos brasileiros O governo...

Governo dificulta importação para atingir Argentina
Compra de automóveis não tem mais liberação automática para que vizinho reveja medidas contra produtos brasileiros

O governo decidiu dificultar a importação de automóveis para levar a presidente Cristina Kirchner a rever medidas protecionistas contra a entrada de produtos brasileiros. Veículos são o principal produto argentino de exportação para o Brasil.
Não haverá mais liberação automática para trazer veículos. Oficialmente, o governo argumenta que a decisão atinge todos os países, mas a orientação é aplicar o prazo de 60 dias para os importados da Argentina. Para os outros, de 10 a 20 dias. (Págs. 1 e Mercado B1)

Procuradoria ataca MP sobre as obras da Copa
A medida provisória que permite estourar o orçamento inicial e cria brechas na Lei de Licitações para obras da Copa e da Olimpíada é inconstitucional, diz o Ministério Público Federal.
A Procuradoria pode entrar com ação no Supremo Tribunal Federal. Mas o advogado-geral da União, Luis Inácio Adams, não vê irregularidade: “Não podemos adiar a Copa”. (Págs. 1 e Poder A4)

Marco Maciel desiste de cargos que recebeu de Gilberto Kassab (Págs. 1 e Poder A10)

Dilma cancela ida ao Paraguai por questão de saúde (Págs. 1 e Poder A10)

Editoriais
Leia “Mal-estar na Cultura”, que analisa a situação da ministra Ana de Hollanda, e “O campo e a floresta”, sobre o impasse da votação do Código Florestal. (Págs. 1 e Opinião A2)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *