Ex-ministro vale muito no mercado, diz Palocci Chefe da Casa Civil cita antecessores na Fazenda para explicar enriquecimento A Casa Civil justificou, em mensagem...

Ex-ministro vale muito no mercado, diz Palocci
Chefe da Casa Civil cita antecessores na Fazenda para explicar enriquecimento

A Casa Civil justificou, em mensagem dirigida a deputados e senadores, o aumento de patrimônio de Antonio Palocci mencionando ex-ministros que se tornaram banqueiros e consultores.
O texto cita Maílson da Nóbrega (governo Sarney) e Pedro Malan (FHC) e diz que passar pelo Ministério da Fazenda e pelo BC propicia experiência que “dá enorme valor” a esses profissionais. (Págs. 1 e Poder)

Foto legenda: A presidente Dilma Rousseff e o ministro Antonio Palocci, durante recepção no Planalto ao primeiro-ministro da Suécia.

Aécio pede ‘serenidade’ no caso
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) cobrou respostas do ministro Palocci, mas disse não querer “desestabilizar o governo” e que é preciso “serenidade” no caso.
“Queremos saber como ele ganhou esse dinheiro”, afirmou o líder do DEM, Demóstenes Torres. (Págs. 1 e Poder A6)

Análise
Papel do PT se inverteu, escreve Vera Magalhães. (Págs. 1 e Poder A7)

Foto legenda: Banheiro? Só Com Ficha
Rodoviária de São Paulo obriga idoso a preencher formulário com nome e número de documento para uso gratuito de banheiro. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Câmara de SP proíbe uso de sacola plástica pelo comércio
Após Belo Horizonte (MG), São Paulo será a segunda capital a banir do comércio as sacolas plásticas.
A Câmara Municipal aprovou a medida, que vai à sanção do prefeito Gilberto Kassab e deve entrar em vigor em 10 de janeiro de 2012. A proibição valerá para todo o comércio, e não só para supermercados. (Págs. 1 e Mercado B4)

Secretário dos EUA defende renúncia de diretor do FMI
O secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, afirmou que Dominique Strauss-Kahn não está “em posição” para comandar o FMI, após o francês ser detido em Nova York sob a acusação de agressão sexual.

Ministros das Finanças da Europa também defenderam o afastamento de Strauss-Kahn. (Págs. 1 e Mundo A12)

Mônica Bergamo: ‘Metrô vai ser na rua Sergipe’, decide Alckmin
O governador Geraldo Alckmin é mais direto que sua equipe ao falar sobre a nova estação de metrô no bairro de Higienópolis, em São Paulo: “Já está decidido. Será na rua Sergipe”.

Ele acrescentou que a nova estação “não será grandiosa”. (Págs. 1 e Ilustrada E2)

Obra está parada, e terminal de ônibus da estação Pinheiros do metrô só ficará pronto em 2012. (Págs. 1 e Cotidiano C3)

Marcelo Coelho
É indesculpável a falta de graça de Danilo Gentili. (Págs. 1 e Ilustrada E14)

Brasil cai 6 postos em ranking de competitividade
Em um ano, baixa produtividade e alto custo de vida tiraram seis posições em lista de competitividade ao país, que foi ultrapassado por México, Peru, Itália, Filipinas, Turquia e Emirados Árabes e ocupa o 44º lugar entre 59 países. (Págs. 1 e Mercado B1)

Soldados do Paquistão trocam tiros com helicópteros da Otan (Págs. 1 e Mundo A14)

Editoriais
Leia “Olhar cuidadoso”, que cobra explicações do ministro Palocci acerca do salto em seu patrimônio, e “A sucessão no FMI”, sobre a situação do Fundo. (Págs. 1 e Opinião A2)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *