Em 2 meses, após a eleição, Palocci faturou R$ 10 mi Valor é mais da metade da receita da consultoria no ano; quitação de...

Em 2 meses, após a eleição, Palocci faturou R$ 10 mi
Valor é mais da metade da receita da consultoria no ano; quitação de contratos explica concentração, diz empresa

O faturamento da empresa de consultoria do ministro Antonio Palocci superou R$ 10 milhões entre novembro e dezembro de 2010, informa Catia Seabra.
À época, a presidente Dilma Rousseff já estava eleita e o atual ministro da Casa Civil coordenava a equipe de transição de governo. (Págs. 1 e Poder A4 e A8)

Governo define tática para evitar paralisia
O caso Palocci e a pneumonia da presidente Dilma paralisaram o governo e levaram o primeiro escalão a definir tática para resguardar a imagem do Planalto.
De última hora, Dilma marcou uma reunião sobre o Código Florestal e agendou viagem para Salvador, que estava cancelada. (Págs. 1 e A8)

Fernando Rodrigues
Crise dá chance para melhora institucional

O desfecho do imbróglio e indecifrável. A tática Armando “nada a declarar” Falcão será confrontada com fatos novos. Apesar da incerteza, a crise é uma excelente oportunidade para Congresso e Executivo refletirem sobre disciplinar a atuação de agentes públicos. (Págs. 1 e Opinião A2)

Segurança aérea ficou nas mãos de inapto, diz instrutor a juiz
Pressão para suprir a falta de pessoal levou à homologação de candidato sem “condições” de ser controlador de voo, afirmou o instrutor Wellington Rodrigues ao juiz Murilo Mendes no processo sobre a colisão entre o Legacy e o a

amoxicillin

vião da Gol que deixou 154 mortos em 2006.
A Justiça inocentou o sargento Jomarcelo dos Santos em razão da “inaptidão” para o cargo. A Aeronáutica não comentou. (Págs. 1 e Cotidiano 2)

USP tem mais de 1 crime por dia; conselho aprova PM no campus
Em média, uma pessoa é furtada ou roubada por dia no campus da USP na zona oeste paulistana, diz a Guarda Universitária. De janeiro a abril, houve 138 casos de um total de 222 crimes.

Após o assassinato de um aluno, o Conselho Gestor da USP decidiu, em reunião emergencial, aprovar o policiamento ostensivo da PM na Cidade Universitária. Não há data para a medida entrar em vigor. (Págs. 1 e Cotidiano 1)

Líder israelense recusa proposta de Obama sobre as fronteiras
Após reunião com Barack Obama, o premiê de Israel, Binyamin Netanyahu, deixou claro que seu governo não aceita a proposta do presidente americano para as negociações com os palestinos. “Israel não pode recuar para as fronteiras de antes de 1967.” (Págs. 1 e Mundo A16)

Análise
Encontro tenso confirma relação de desconfiança entre americano e israelense. (Págs. 1 e Mundo A16)

Ex-diretor do FMI paga fiança e deixa a prisão
Acusado de atacar sexualmente uma camareira em Nova York, o francês Dominique Strauss-Kahn pagou US$ 1 milhão de fiança, depositou US$ 5 milhões em juízo e saiu da cadeia. Ele ficará em prisão domiciliar até o julgamento. (Págs. 1 e Mundo A22)

Editoriais
Leia “Posições perdidas”, sobre a queda do Brasil em ranking internacional de competitividade, e “Novas e piores bolhas”, acerca da situação da economia. (Págs. 1 e Opinião A2)

Boa Notícia
Palha no solo de canavial reduz as emissões de CO2. (Págs. 1 e Ciência C11)

zp8497586rq
Comentários