Destaques dos jornais de hoje – O Estado de S. Paulo

Oposição se articula para criar CPI sobre Palocci
Intenção é saber se houve tráfico de influência, mas investigação depende de apoio de governistas

A oposição começou a se mobilizar para tentar criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito que investigue a antiga consultoria do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci. A intenção é quebrar os sigilos fiscal e bancário da empresa e verificar se houve tráfico de influência. O requerimento de criação da CPI questiona o papel de Palocci como um dos coordenadores de campanha de Dilma Rousseff à Presidência ao mesmo tempo que houve “extraordinário crescimento patrimonial” de sua empresa. Para tirar a CPI do papel, porém, a oposição precisa do apoio de parte da base governista. São necessárias 171 assinaturas na Câmara e 27 no Senado, enquanto a oposição tem menos de 100 deputados e somente 18 senadores. Para o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), “não há motivo nenhum para nenhuma CPI”. (Págs. 1 e Nacional A4 e A8)

Procurador dá 15 dias de prazo
Roberto Gurgel pediu explicações a Palocci sobre sua evolução patrimonial nos últimos anos. (Págs. 1 e Nacional A8)

Operação contra fraudes prende 12 em Campinas
Doze suspeitos de participação em desvio de recursos públicos, corrupção e fraudes em licitações foram presos em Campinas. Oito escaparam, entre eles o vice-prefei

to, Demétrio Vilagra (PT). O alvo principal é Rosely Nassim Jorge Santos, mulher do prefeito, Dr. Hélio (PDT). (Págs. 1 e Nacional A12)

Premiê de Israel rejeita proposta de Obama
Recebido ontem na Casa Branca, o premiê de Israel, Binyamin Netanyahu; rejeitou a proposta feita na véspera pelo presidente dos EUA, Barack Obama, sobre o futuro Estado palestino. Obama defendeu o retorno às fronteiras anteriores à Guerra das Seis Dias (1967), o que incluiria a devolução da Cisjordânia. Netanyahu disse que isso não leva em conta o crescimento das colônias judaicas na região nas últimas quatro décadas. (Págs. 1 e Internacional A13 e A16)

Metalúrgicos fazem greve por fatia nos lucros
Metalúrgicos de montadoras de várias partes do País estão aproveitando a alta das vendas para cobrar maior fatia nos lucros. Na GM de São José dos Campos, houve greve de 24 horas. Eles querem R$ 12 mil de participação neste ano. (Págs. 1 e Economia B1)

Após assassinato, PM vai atuar na USP (Págs. 1 e Cidades C1)

Ex-chefe do FMI deixa prisão e não tem casa (Págs. 1 e Internacional A22)

Falta de vaga faz aluno se matricular à noite (Págs. 1 e Vida A24)

Marcelo Rubens Paiva
Sobre empregadas domésticas
Somente a distribuição de renda fará o Brasil parar de dividir seus cidadãos em “social” e “serviço”. Ou em humanos e animais. (Págs. 1, C2+Música e D12)

Notas & Informações
O que o ministro oferecia
A lógica indica que o ilícito que se poderia atribuir a Palocci se chama tráfico de influência. (Págs. 1 e A3)

zp8497586rq
Comentários