Com informações do Estadão. Alguns peemedebistas relutavam. Não queriam fazer parte do ataque do partido a tucanos que representaram no Conselho de Ética contra...

Com informações do Estadão.

Alguns peemedebistas relutavam. Não queriam fazer parte do ataque do partido a tucanos que representaram no Conselho de Ética contra o presidente do Senado, José Sarney. Mas mudaram de ideia depois de terem uma conversa com o próprio Sarney e o líder do PMDB, senador Renan Calheiros. Agora, a cúpula inclusive deu aval para a presidente em exercício do partido, deputada Iris Araújo, assinar as representações contra os tucanos.

O primeiro alvo é o arqui-inimigo Arthur Virgílio, que deve ser representado pelo PMDB na próxima semana. Além dele, outro tucano a ser reclamado deve ser Tasso Jereissatti (CE), que admitiu ter usado o dinheiro da cota de passagens aéreas para fretar um jatinho.

Os peemedebistas também já anunciaram que podem declarar guerra contra senadores como Tião Viana (PT-AC), Cristovam Buarque (PDT-DF) e Efraim Morais (DEM-PB).

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *