Na primeira crise do governo Dilma… Lula toma rédeas, comanda líderes e dá pito em ministros Dilma e Palocci seguem orientação do ex-presidente imediatamente...

Na primeira crise do governo Dilma… Lula toma rédeas, comanda líderes e dá pito em ministros
Dilma e Palocci seguem orientação do ex-presidente imediatamente

Menos de seis meses após deixar o Palácio do Planalto, o ex-presidente Lula atua em Brasília, há dois dias, como se ainda ocupasse o cargo. Ontem, comandou reunião com líderes e presidentes dos partidos aliados, na casa do presidente do Senado, José Sarney, numa espécie de intervenção branca no governo Dilma. Na presença do vice-presidente, Michel Temer, Lula pediu que todos apresentassem as queixas contra o governo, prometendo encaminhá-las e convencer Planalto e ministros a receber parlamentares. Até já repreendeu o chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, de quem cobrou mais atenção à base, justamente num momento em que o governo Dilma enfrenta sua pior crise, com as suspeitas que pesam sobre o aumento do patrimônio do ministro. Lula exigiu dos aliados ajuda a Palocci, mas ouviu muitas reclamações contra o governo. A intervenção de Lula surtiu efeito imediato: hoje, Dilma almoça com a bancada do PT no Senado e, semana que vem, com líderes dos demais partidos aliados. Palocci também procurou parlamentares para marcar jantares. (Págs. 1, 3 e Dos Leitores)

Denúncia liga caso Palocci a campanha
O PSDB apresentou documentos para levantar suspeitas de que Palocci atuou junto à Receita na liberação de restituição de impostos para a incorporadora WTorre. A empresa foi uma das clientes de Palocci na consultoria Projeto. A empresa recebeu R$ 9,2 milhões em 2010. No mesmo ano, ela doou R$ 2 milhões para a campanha de D

order generic cialis online

ilma, que Palocci coordenava. A Receita divulgou notas para contestar, e numa delas forneceu dados sob sigilo. A WTorre disse que a liberação foi feita pela Justiça. (Págs. 1 e 4)

O recuo do dia
Pressionada pela bancada evangélica, que ameaçava apoiar a convocação de Antonio Palocci a dar explicações no Congresso, a presidente Dilma Rousseff mandou os ministérios da Educação e da Saúde suspenderem a distribuição em escolas públicas de cartilhas e vídeos contra a homofobia. (Págs. 1 e 9 a 11)

Pimenta Neves: nem dois anos na prisão
Preso anteontem, o jornalista Pimenta Neves pode pedir progressão de regime e ficar na cadeia menos de dois anos, embora condenado a 15, por matar Sandra Gomide. O pai dela se disse animado por ver Pimenta na cadeia. (Págs. 1, 15, 16 e editorial “O pior da Justiça”)

Combustível já está 18,9% mais barato
Os preços da gasolina e do álcool voltaram a cair nos postos. No Rio, as quedas acumulam 18,91% em maio, segundo pesquisa do GLOBO. No entanto, ainda não é vantagem abastecer o carro com álcool, pois ele custa mais que 70% do valor da gasolina. (Págs. 1 e 25)

Obama: Brasil e emergentes não ameaçam
Num recado direto ao Brasil e a países como Índia e China – citados explicitamente -, o presidente Barack Obama disse no Parlamento britânico que os emergentes não ameaçam a liderança dos EUA e da Europa no cenário mundial. (Págs. 1 e 34)

Polícia retomará casas vendidas por milicianos
A PM pretende retomar hoje 143 imóveis do programa Minha Casa Minha Vida, invadidos por milicianos que expulsaram moradores e passaram a vendê-los por até R$ 40 mil. Enquanto isso, 74 famílias com direito às casas estão morando numa favela em Realengo. (Págs. 1 e 17)

Itamar Franco está em tratamento contra leucemia em São Paulo (Págs. 1 e 16)

zp8497586rq
Comentários