Destaques dos jornais de hoje – Valor Econômico

Bancos já preveem falta de recursos para imóveis
Podem faltar recursos para o financiamento de imóveis já no ano que vem, preveem os bancos que atuam no setor. Com o recente ciclo de alta do juro, o dinheiro da poupança, principal fonte de financiamento do setor, encolhe desde o início do ano. Até o dia 19, a captação foi negativa em quase R$ 2 bilhões, em comparação aos R$ 4,2 bilhões positivos do mesmo período de 2010. Já os desembolsos somavam R$ 22,2 bilhões no primeiro quadrimestre, 54,7% maiores que no mesmo período do ano passado e acima dos 40% estimados pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).
A Caixa Econômica Federal, que detém 40,6% do financiamento à habitação, considerando-se apenas a fonte poupança, prevê uma situação crítica a partir do segundo trimestre de 2012. Santander e HSBC estão monitorando de perto o ritmo de captação, enquanto Bradesco e Itaú, com saldos mais robustos da aplicação, ainda trabalham com um cenário de disponibilidade até 2013.(Págs. 1 e C1)

Capital rende mais nas S.A. abertas
As grandes companhias abertas do país remuneraram mais o capital em 2010 do que a média do setor empresarial. Levantamento feito pelo economista Marcelo D'Agosto com 106 empresas com ações em bolsa mostra que, na média, 36% do valor adicionado por essas companhias tiveram como destino a remuneração do capital – seja de credores ou acionistas. Segundo os dados do Produto Interno Bruto (PIB), na média do Brasil apenas 25% do valor adicionado remunerou o capital. Dos 36% do valor adicionado pelas grandes empresas abertas, 21 pontos percentuais foram para os acionistas – via retenção de lucros, distribuição de juros sobre capital ou dividendos. (Págs. 1 e D1)

OCDE alerta para risco de a China desaquecer
A China, principal parceira comercial do Brasil, pode ter desaceleração econômica mais forte do que se esperava. Foi o que disse ao Valor o economista-chefe da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Pier Carlo Padoan, com o alerta de que essa possibilidade é um dos principais riscos para a economia mundial. Por sua alta dependência da China, o Brasil corre maior risco.
A OCDE observa que, no primeiro trimestre, o PIB chinês voltou à taxa de crescimento de 8,7%, seu nível mais baixo desde 2008. A demanda interna diminuiu, mas a inflação continuou alta – mais de 5% ao ano nos últimos meses. Padoan exclui, porém, o risco de aterrissagem forçada da economia chinesa, que tem sido fator de especulação nos mercados. Ele disse que a crise global não foi superada, elogiou as medidas macroprudenciais do Brasil, mas sugeriu que o Banco Central continue a elevar os juros. (Págs. 1 e A14)

Brasil depende mais da China
Aumentou a dependência brasileira da China na exportação de produtos básicos. Entre janeiro e abril, o país asiático comprou 29,14% do total de básicos vendidos pelo Brasil ao exterior, 26,3% mais do que no mesmo período do ano passado. No quadrimestre, os chineses compraram US$ 9,65 bilhões em produtos como minério de ferro, soja e petróleo, praticamente o mesmo valor das exportações desses produtos para os EUA e União Europeia juntos.
Para Rogério Cezar de Souza, economista-chefe do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), o aumento da participação da China nos embarques brasileiros de básicos explica também o avanço dessa classe de produtos nas exportações totais do Brasil. “Não há problema nenhum em exportar básicos. O problema é só exportar básicos e para poucos destinos”, diz Welber Barral, ex-secretário de comércio exterior. (Págs. 1 e A3)

Foto legenda: “Manda quem paga”
A ministra de Finanças da França, Christine Lagarde, anunciou que é candidata para substituir Strauss-Khan no FMI e defendeu a divisão de poder na entidade com base no peso econômico dos países. A mesma posição que já defendeu em visita ao Brasil: “No FMI, manda quem paga”.(Págs. 1 e A11)

Petrobras corta o gás para Bertin
A Petrobras encerrou todos os c

ontratos e termos de compromisso de fornecimento de gás natural que tinha com as cinco termelétricas do grupo Bertin. Juntas, essas usinas representavam garantia firme de energia ao sistema de 872 megawatts e receita anual para o grupo de R$ 575 milhões. Sem o combustível, a situação do grupo se complica, porque já deve quase R$ 1 bilhão em garantias por nove térmicas em atraso. O Bertin tem concessão de 32 térmicas que precisam entrar em operação até 2013. As cinco movidas a gás natural perderam os contratos com a Petrobras. (Págs. 1 e B1)

Lula assume o papel de articulador do governo
Um dia após almoçar com senadores do PT e jantar com a presidente Dilma Rousseff e o ministro Antonio Palocci (Casa Civil), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ampliou ontem sua atuação como articulador político de fato do governo. Em encontro com aliados no Senado, Lula disse que o episódio que levantou suspeitas sobre enriquecimento ilícito do ministro pode levar o governo a uma crise de dimensões imprevisíveis se não for bem administrado.
Lula ouviu queixas unânimes sobre a conduta de Palocci como interlocutor do Palácio do Planalto e críticas ao fato de Dilma ter descuidado da relação com o Congresso. Fez um apelo para que a base não abandone Palocci, ressaltando sua importância para o governo, mas relatou o alerta que lhe fez: “Tome cuidado. Sua situação no Congresso não é boa. Há imensa insatisfação com sua conduta”.(Págs. 1 e A6 a A9)

Brasil fará nova proposta à Argentina
Em meio às malsucedidas negociações dos últimos dias para derrubar as barreiras protecionistas impostas entre os dois maiores sócios do Mercosul, o governo argentino se convenceu de que a medida brasileira de exigir licenças não automáticas a automóveis importados é um “tiro no próprio pé” e tem efeito apenas temporário. Por isso, a Argentina está disposta a endurecer nas discussões. O Brasil deve aceitar cotas para venda de produtos, mas exigirá a liberação de todos os produtos que já têm licença de importação na Argentina e estão retidos. E manterá as licenças não automáticas para veículos. (Págs. 1 e A4)

Remessa de lucros e dividendos cai e reduz déficit externo (Págs. 1 e C2)

Infraestrutura para a Copa impulsiona negócios da Mills, diz Vazquez (Págs. 1 e B8)

Antigo TRT vira moradia popular
O antigo prédio do Tribunal Regional do Trabalho em São Paulo, na avenida Ipiranga, no centro, vai abrigar o primeiro empreendimento do Minha Casa Minha Vida na cidade. Será reformado e transformado em prédio de apartamentos. (Págs. 1 e B1)

Frotas ampliadas
Empresas especializadas na gestão de frotas no país investem para aumentar o número de automóveis. A Arval, por exemplo, planeja investir cerca de R$ 820 milhões até o fim de 2013 para chegar a 25 mil veículos, ante os atuais 10 mil. (Págs. 1 e B4)

Amil compra a Lincx
Após um ano de negociações, a Amil fechou ontem a compra da totalidade do capital da Lincx, operadora de planos de saúde voltada para o público de alta renda, por R$ 170 milhões. (Págs. 1 e B5)

Adams critica MPF em Belo Monte
Advocacia Gera1 da União recorre ao Conselho Nacional do Ministério Público contra a atuação do Ministério Público Federal no Pará no licenciamento da usina de Belo Monte. Segundo o advogado-geral da União, Luis Inácio Adams, os procuradores têm coagido servidores. (Págs. 1 e B9)

Lavoura gaúcha produz menos
Estudo mostra que o Rio Grande do Sul, embora lidere o ranking brasileiro de uso de sementes transgênicas de soja e milho, está atrasado em termos de produtividade nas duas lavouras. No caso da soja, está em último lugar entre 17 Estados produtores. (Págs. 1 e B14)

Doenças do Trabalho
Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais mostra que mais de 40% dos juízes trabalhistas sofrem de depressão. Nos últimos 12 meses, um terço deles esteve em licença médica. (Págs. 1 e E1)

Ideias
Humberto Saccomandi
Demandas de curto prazo da população carente põem em xeque o modelo asiático de desenvolvimento do Peru. (Págs. 1 e A9)

Ideias
Tony Volpon
São os fatores externos que explicam o que temos de bom e de ruim na atual situação da economia brasileira. (Págs. 1 e A12)

zp8497586rq
Comentários