Do G1 O desembargador Dácio Vieira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal proibiu o jornal “Estado de S. Paulo” de publicar qualquer informação,...

Do G1

O desembargador Dácio Vieira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal proibiu o jornal “Estado de S. Paulo” de publicar qualquer informação, que esteja sob segredo de justiça, referente ao inquérito da Operação Boi Barrica, que investiga Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

O jornal “Estado de S.Paulo” informou que vai recorrer da decisão.

A determinação, concedida em caráter liminar, estipula multa de R$ 150 mil para cada reportagem publicada pelo jornal que descumpra a decisão. Para evitar “lesão grave e de difícil reparação” a Fernando Sarney, o desembargador determina que o jornal “se abstenha quanto à utilização (de qualquer forma, direta ou indireta) ou publicação dos dados relativos ao agravante (Fernando Sarney)”.

Leia aqui a matéria na íntega

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *