Destaques dos jornais de hoje – O Globo

Crise com o PMDB afasta Dilma do vice-presidente
Palocci manda explicações ao procurador-geral, mas sem lista de clientes

Na noite da votação do Código Florestal, na terça-feira, por orientação da presidente Dilma Rousseff, o ministro Antonio Palocci (Casa Civil) ligou para o vice-presidente da República, Michel Temer, e ameaçou demitir ministros do PMDB caso o partido votasse a favor da anistia a desmatadores, desobedecendo ao governo. Palocci disse que o primeiro a sair seria o ministro da Agricultura, aliado de Temer. “Você acha que eu vou brigar por um ministério de merda?!”, reagiu o vice, segundo relato de JORGE BASTOS MORENO na coluna Nhenhenhém. Palocci acabou pedindo desculpas e, no dia seguinte, propôs uma conversa de Temer com Dilma, mas o vice se recusou a se encontrar com a presidente. O embate que afastou o vice da presidente quase implodiu a aliança do PT com seu principal parceiro e teve outras consequências imediatas: a união de todo o PMDB e a intervenção do ex-presidente Lula, que correu a Brasília para alertar aliados sobre o risco de uma crise institucional de resultados imprevisíveis. Ontem, Palocci mandou à Procuradoria Geral da República explicações sobre seu enriqueci

mento desde que deixou a Fazenda, em 2006, mas não enviou a lista de clientes de sua consultoria. (Págs. 1, 3, 4 e Zuenir Ventura)

Sobrevivente de massacre é executado em Rondônia
Após o assassinato de um casal de ambientalistas no Pará, outro líder das lutas no campo foi morto ontem, em Rondônia: Adelino Ramos, presidente da Associação dos Camponeses do Amazonas. Ramos era sobrevivente do massacre de Corumbiara, em 1995, quando 13 camponeses foram mortos. Ele vinha sendo ameaçado. (Págs. 1 e 10)

MP investigará ciclovia de R$ 20 milhões
A ciclovia de R$ 20 milhões inaugurada pelo prefeito no domingo, cheia de problemas, vai ser investigada pelo Ministério Público e pode se tornar alvo de CPI na Câmara. A chuva mostrou que, além de tudo, ela empoça. (Págs. 1 e 18)

Sensores do 447 falharam por 1 minuto
Os pitots (sensores de velocidade) do voo 447 da Air France ficaram sem funcionar por apenas um minuto, revelou Jean-Paul Troadec, chefe das investigações. A queda do avião durou 3 minutos e meio, segundo relatório. (Págs. 1 e 20)

Copa: Rio ganha comitê; e SP puxão de orelha
A Fifa anunciou a escolha do Rio para sediar o Centro Internacional de Rádio e TV, que receberá 13 mil jornalistas. A entidade advertiu que São Paulo pode ficar fora do Mundial devido ao atraso no estádio. (Págs. 1 e Caderno Esportes)

Indústria lança produtos, agora de olho nas classes A e B (Págs. 1 e 31)

zp8497586rq
Comentários