Destaques dos jornais de hoje – Folha de S. Paulo

<st

rong>Não sou refém, diz Dilma; Palocci promete respostas
‘Desafios não me imobilizam’, afirma presidente, em discurso em meio à crise

A presidente Dilma Rousseff afirmou ontem, em meio à crise em torno do ministro da Casa Civil Antonio Palocci, que ela não vai ser
“refém” de dificuldades.
No lançamento do programa Brasil sem Miséria, que prevê R$ 20 bilhões anuais para beneficiar 16,2 milhões de pessoas até 2014, ela disse: “Os desafios não me imobilizam, os desafios não me tornam refém”.
Questionado se a situação de Palocci é “delicada”, o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência, respondeu: “Mas continua firme”.
Sob a ameaça de ser abandonado pelo PT e pressionado por Dilma e pelo ex-presidente Lula a dar satisfações sobre a evolução de seu patrimônio – revelada pela Folha -, Palocci se comprometeu a falar publicamente sobre as atividades da sua empresa de consultoria, a Projeto. (Págs. 1 e Poder)

Anatel abre mercado de TV a cabo a teles
O conselho diretor da Anatel aprovou a abertura do mercado de TV a cabo para operadoras de telefonia, eu poderão vender o serviço sem ter de passar por licitação. A nova regra vai ficar em consulta pública por 40 dias e poderá vigorar a partir de outubro.
Na mesma reunião, o órgão decidiu limitar a publicidade nos canais pagos a 15 minutos por hora, o mesmo tempo da TV aberta.
A Anatel também passará a monitorar o cumprimento dos níveis de conteúdo nacional nos canais de programação livre. (Págs. 1, A13 e Poder)

Na TV, PMDB exalta Lula e só cita a presidente
Em propaganda partidária transmitida ontem à noite em rede de rádio e TV, o PMDB exaltou o ex-presidente Lula e apenas citou a presidente Dilma Rousseff, sem mostrar sua imagem.
Lula agradeceu aos peemedebistas pelo apoio dado ao seu governo. (Págs. 1, A7 e Poder)

Bactéria que mata europeus é uma mutação ‘supertóxica’
A Organização Mundial da Saúde informou que o surto infeccioso que já matou 19 pessoas e fez quase 2.000 doentes na Europa está sendo provocado por variedade inédita e “supertóxica” da bactéria E.coli.
Foi detectada mutação de duas formas distintas da bactéria, com genes letais e resistentes a antibióticos. O Reino Unido confirmou sete infectados. (Págs. 1, A14 e Mundo)

Greve prejudica 2,4 milhões de pessoas em SP
Greve na CPTM deixou 2,4 milhões de pessoas sem condução ontem. A paralisação foi suspensa e, no metrô, também foi descartada.
Usuários na região do ABC continuam sem ônibus intermunicipais. Assembléia hoje vai decidir se a greve continua. (Págs. 1, C4 e Cotidiano)

Foto legenda: Sem a alternativa dos trens metropolitanos, multidão forma fila na estação Corinthians-Itaquera, na zona leste de SP (Págs. 1)

Foto legenda: ligação de CPTM e metrô em Pinheiros, vazia dada a greve. (Pág. 1)

Governo russo barra carnes de PR e MT
A Rússia vetou as carnes do PR, do RS e de MT, afetando grandes frigoríficos, como JBS e Brasil Foods. Em 2010, 15% dos embarques do setor foram para o país.
O governo avaliou o caso com “estranheza”. A Rússia apontou questões sanitárias para a decisão. (Págs. 1, B1 e Mercado)

Cotidiano: STF revê sentença definitiva em ação sobre paternidade (Págs. 1 e C7)

Editoriais
Leia “Aeroportos liberados”, sobre plano federal de privatização em Guarulhos Viracopos e Brasília, e “Males do Celular”, acerca de pesquisa da OMS. (Págs. 1 e A2)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *