<img class="alignleft size-medium wp-image-5082" src="http://www.pannunzio.com.br/wp-content/uploads/930_palocci19042006-300×196.jpg" alt="" width="3 Cómo Eliminar Definitivamente La Eyac-ulación Precoz 00″ height=”196″ /> Vera Rosa, do Estadão – Pressionado pela presidente...

<img class="alignleft size-medium wp-image-5082" src="http://www.pannunzio.com.br/wp-content/uploads/930_palocci19042006-300×196.jpg" alt="" width="3

Cómo Eliminar Definitivamente La Eyac-ulación Precoz

00″ height=”196″ />

Vera Rosa, do Estadão –

Pressionado pela presidente Dilma Rousseff a dar explicações sobre o crescimento de seu patrimônio e sem apoio do PT, o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, tentará nesta sexta-feira, 3, contornar a ruidosa crise política com uma manifestação pública. Dilma disse a Palocci, nesta quinta, 2, que é “um erro” ele esperar o parecer da Procuradoria-Geral da República para rebater as denúncias porque o desgaste já atinge o governo.

A situação de Palocci, acusado de multiplicar o patrimônio em 20 vezes durante quatro anos, é considerada gravíssima tanto pelo Planalto como por petistas. Sua permanência no cargo depende dos esclarecimentos e do fim das acusações.

A Executiva Nacional do PT, reunida na quinta, lavou as mãos e não produziu nenhuma linha em defesa de Palocci. “Não entramos no mérito da questão. O ministro me disse que vai se manifestar sobre suas consultorias”, afirmou o presidente do PT, Rui Falcão. “O assunto Palocci é do governo, não é do PT”, emendou o secretário de Comunicação, deputado André Vargas (PR), indicando que o chefe da Casa Civil foi abandonado à própria sorte.

No Planalto, o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, admitiu que a crise envolvendo Palocci é delicada. Ressalvou, no entanto, que ele “continua firme”e dará explicações sobre a origem de seu patrimônio. Até a noite desta quinta, não estava definido se Palocci concederia uma entrevista ou faria um pronunciamento. A ideia era a de que ele falasse ao Jornal Nacional, da TV Globo. “A presidente conversou com Palocci e disse que era importante ele se manifestar. A gente enfrenta crises com maturidade e transparência. Não perdemos o nosso norte”, insistiu Carvalho.

A decisão de não fazer desagravo nem atacar Palocci foi combinada pela cúpula do PT com o governo. De manhã, Falcão foi ao lançamento do programa Brasil Sem Miséria e teve um tête-à-tête com Carvalho. “Cuide lá para não ter tiro nas costas da gente”, recomendou o ministro.

Clique aqui para ler a íntegra no site do Estadão

Comentários

  • José Carlos

    04/06/2011 #1 Author

    O que levou PALOCCI a fechar sua promissora firma de consultoria, para ser assalariado pelo menos por quatro anos, sem prespectiva de aumento?????????

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *