Destaques dos jornais de hoje – O Globo

Planalto vai abrir cofre para acalmar Congresso
Ideli promete R$ 250 milhões para emendas e distribuição de cargos

A nova ministra da Secretaria das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, que toma posse hoje, disse ontem que uma de suas primeiras providências para melhorar a relação com o Congresso, após a crise que levou à saída de Antonio Palocci do governo, será obter a liberação de R$ 250 milhões para emendas parlamentares. Também acenou com o preenchimento de cargos no Executivo, mas frisou que os aliados precisam ter paciência. Referindo-se especialmente ao PT, disse que será preciso “capacidade política para organizar a fila” porque “não tem espaço para todos”. E sinalizou uma aproximação maior com o PMDB, dizendo que um de seus primeiros encontros será com o vice-presidente Michel Temer. Ela ainda se comprometeu a adotar estilo mais ameno do que na época em que era senadora, quando travou vários embates com a oposição: “Em minha nova tarefa, o comportamento é outro.” (Págs. 1 e 3)

Ricardo Noblat
Com Ideli e Gleisi nos cargos mais importantes do Palácio do Planalto, além dela própria, a presidente Dilma inaugura a 1ª República do Salto Alto. (Págs. 1 e 2)

Após crise, governo mantém boa avaliação
A recente crise política não afetou a popularidade do governo, considerado ótimo ou bom por 49% dos ouvidos pela última pesquisa Datafolha (eram 47% na sondagem anterior). A imagem da presidente é que ficou arranhada: antes, 79% a consideravam “decidida”, agora são 62%. Em carta publicada no site que homenageia os 80 anos do ex-presidente Fernando Henrique, Dilma o elogiou por consolidar a estabilidade econômica e combater a hiperinflação. (Págs. 1, 3 e 9)

Onda vermelha na Atlântica
Passeata dos bombeiros reúne 27 mil em Copacabana

A campanha salarial dos bombeiros entra hoje numa nova fase. Após a passeata de ontem na Praia de Copacabana, os líderes da categoria vão tentar negociar com o governo em tom de conciliação e sem barulho nas ruas. O governador Sérgio Cabral vai rever o uso do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros: 30% do dinheiro podem virar gratificação para a tropa. (Págs. 1, 10 e 11)

Foto legenda: Manifestação pacífica: passeata teve também policiais, professores e médicos da rede estadual

Ação da Petrobras cai ao nível da crise
Em desvalorização desde o ano passado, as ações da Petrobras estão no patamar de março de 2009, quando o mercado vivia a fase aguda da crise financeira mundial. No mesmo período, o Ibovespa, referência da Bolsa paulista, subiu 72%. Para analistas, no entanto, os papéis só devem voltar a dar retorno aos investidores a longo prazo. (Págs. 1 e 19)

Espiões digitais roubam dados internos do FMI
O Fundo Monetário Internacional (FMI) teve o sistema invadido para roubo de informações sigilosas. Segundo uma fonte ligada às investigações, os hackers responsáveis estariam ligados a um govemo estrangeiro. O FBI está envolvido nas investigações. (Págs. 1 e 18)

Premier turco é reeleito sem supermaioria
O premier da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, conquistou ontem seu terceiro mandato, mas não obteve a supermaioria que desejava para reformar a Constituição. Pelo contrário, viu sua bancada encolher. Ele anunciou que buscará o diálogo com a oposição. (Págs. 1 e 21)

zp8497586rq
Comentários