País inicia ações para enfrentar ataques virtuais O governo brasileiro começou a colocar em prática medidas para proteger o país no ciberespaço. As ações,...

País inicia ações para enfrentar ataques virtuais
O governo brasileiro começou a colocar em prática medidas para proteger o país no ciberespaço. As ações, que já vinham sendo planejadas há mais de um ano, ganharam corpo em meio à recente escalada dos ataques de hackers a redes públicas, empresas privadas e organismos internacionais, como o FMI.
Na prática, o tema assume contornos de segurança nacional. As medidas de proteção serão coordenadas pelo Centro de Defesa Cibernética (CDciber), uma unidade subordinada ao Exército cuja função é integrar as ações defensivas e de contra-ataque das Forças Armadas. Concebido em 2010, o CDCiber tem previsão de entrar em funcionamento efetivo no próximo semestre.(Págs. 1 e B3)

BRF negocia acordo com o Cade
Representantes da Sadia e da Perdigão iniciaram, na noite de ontem, novas negociações com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) na tentativa de evitar o veto à união das duas empresas. Segundo o presidente da BRF, José Antonio Fay, a companhia espera ter uma chance de discutir os termos de um compromisso a ser firmado com concorrentes.
O pedido de vista feito pelo conselheiro Ricardo Ruiz abriu prazo para a BRF apresentar nova proposta. Agora, cabe a Ruiz dizer, amanhã, se dará novo prazo para a companhia ou se já apresentará o seu voto sobre o negócio.(Págs. 1 e D9)

Consumo de bens de capital cresce 10%
O consumo aparente de máquinas e equipamentos aumentou 9,3% nos primeiros quatro meses de 2011, na comparação com igual período do ano passado. É quase a mesma taxa de expansão esperada para a produção nacional e a importação desses produtos no primeiro semestre – 10%, nos cálculos do Itaú Unibanco. Embora indique um ritmo forte de crescimento, é a menor em seis anos, excetuando o tombo do primeiro semestre de 2009, quando a atividade sofreu os efeitos da crise mundial. O consumo doméstico de bens de capital vem sendo cada vez mais abastecido por máquinas importadas, que já representam pouco mais de 30% do total. (Págs. 1 e A3)

Empresas gastam mais com auditores
Levantamento feito com as 200 maiores companhias abertas brasileiras mostra que os gastos com auditores tiveram aumento médio de 33% entre 2009 e 2010, considerando-se despesas com checagem dos balanços e contratação de outros serviços. O crescimento dos pagamentos apenas do trabalho de auditoria foi de 37%. A soma dos valores pagos pelas 200 empresas foi de R$ 414,6 milhões em 2010. O crescimento do montante se deve ao maior número de horas trabalhadas por conta da mudança nos padrões contábeis, afirmam os auditores. (Págs. 1 e D1)

online prescription glasses

Duas rotas que levam à redução da taxa de juros
A estabilização brasileira precisa ser completada. Apesar do enorme sucesso desde a alteração do padrão cambial, a introdução do sistema de metas de inflação e a produção de superávits fiscais suficientemente altos, convivemos com juros anormalmente altos. Recentemente, surgiu o problema da valorização do câmbio e, depois, o fantasma do monstro inflacionário.
Há dois caminhos para reduzirmos os juros. O primeiro é rumar para uma maior conversibilidade da moeda, de sorte que o risco cambial se reduza, e rever a política de acumulação de reservas. As duas medidas permitirão que a capacidade da economia absorver poupança externa seja muito maior, de forma a ser possível equilibrar demanda e oferta sem pressões inflacionárias e com uma taxa de juros menor. Esse caminho tem o efeito colateral de valorizar ainda mais o câmbio e produzir forte redução do emprego na indústria de transformação. O segundo caminho é alterarmos o contrato social da redemocratização, reduzindo fortemente o Estado de bem-estar social de forma a elevarmos a poupança doméstica. (Págs. 1 e A16)

Magazine Luiza assume pontos de venda do Baú, diz Marcelo Silva (Págs. 1 e B1)

Ericsson aumenta produção
Até o fim do ano, a fábrica da Ericsson em São José dos Campos (SP) vai multiplicar por dez sua capacidade de produção de estações radiobase de banda larga (ERB), para 40 mil unidades/ano. A unidade também exporta para a América Latina e África. (Págs. 1 e B2)

Rússia reduzirá compra de carnes
Esforço da Rússia para aumentar sua produção de carnes deve levar a uma redução significativa de suas importações nos próximos anos, desacelerando o crescimento do comércio internacional nesses segmentos. (Págs. 1 e B13)

Renda cresce no campo
O Valor Bruto da Produção agrícola brasileira (VBP) deve alcançar R$ 198,68 neste ano considerando-se os 20 principais produtos cultivados no país. Confirmado esse valor recorde, será o melhor resultado desde 1997. (Págs. 1 e B14)

Banco de emergentes na liderança
Os ativos totais dos bancos das sete principais economias emergentes vão ultrapassar as dos sete maiores países desenvolvidos em 2036. Segundo a PwC, a crise adiantou esse movimento em uma década. (Págs. 1 e Cl2)

Ideias
Delfim Netto
É preciso criar condições para que o mercado reduza os papeis remunerados pela Selic em seu portfólio. (Págs. 1 e A2)

Ideias
Hugo Otávio T. Vilela
O ativismo político, além de indignar a opinião pública, fragiliza o poder Judiciário no Brasil. (Págs. 1 e A10)

zp8497586rq
Comentários