Da Agência Folha. A Justiça do Maranhão condenou o BNB (Banco do Nordeste do Brasil) e três empresas a pagar indenização de R$ 20...

Da Agência Folha.

A Justiça do Maranhão condenou o BNB (Banco do Nordeste do Brasil) e três empresas a pagar indenização de R$ 20 milhões a uma associação que reúne 578 microempresários que sofreram prejuízos ao participar do projeto Grande São Luís, lançado em 1997 pela então governadora, Roseana Sarney. Cabe recurso.

O projeto, que previa financiar a capacitação e a compra de equipamentos de costura, foi paralisado antes de começar, em meio a suspeitas de desvio dos quase R$ 24 milhões em verbas federais.

O dinheiro, repassado por meio de empréstimos de R$ 29.629 a cada inscrito, acabou, segundo a associação, sendo administrado pelas empresas contratadas para “orientar” os microempresários.

De acordo com a decisão do juiz Sebastião Lima Bonfim, os beneficiários eram “pessoas humildes e de pouca instrução, que sequer tiveram a oportunidade de saber o que estava sendo contratado”.

O banco deve arcar com a indenização por ter “permitido que empresas estranhas ao negócio movimentassem as contas”. A reportagem não conseguiu ouvir um representante do BNB.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *