Com informações da Folha Online. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou hoje a interlocutores que a defesa de aliados para a permanência...

Com informações da Folha Online.

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou hoje a interlocutores que a defesa de aliados para a permanência dele na Casa mudou o cenário da crise que assola a instituição há mais de seis meses.

Ele assistiu pela televisão aos embates de Fernando Collor (PTB-AL) e Renan Calheiros (PMDB-AL) contra o peemedebista Pedro Simon, que voltou a pedir a renúncia do político do cargo.

Segundo pessoas próximas a Sarney, a reação dos aliados foi programada durante o fim de semana, quando prepararam argumentos para defender o colega, abatido por denúncias de novos escândalos e 11 reclamações no Conselho de Ética.

O presidente Sarney também afirmou ter saído fortalecido da Casa depois dos discursos deste primeiro dia de sessão pós-recesso. Para imprensa, se restringiu a dizer: “estou tranquilo.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *