Da Folha Online. O ministro das Comunicações, Hélio Costa, negou nesta terça-feira que tenha recebido uma proposta para assumir a presidência do Senado, caso...

Da Folha Online.

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, negou nesta terça-feira que tenha recebido uma proposta para assumir a presidência do Senado, caso o senador José Sarney (PMDB-AP) renuncie ao cargo. Costa é senador licenciado pelo PMDB de Minas Gerais.

“Não tenho nenhuma indicação oficial nesse sentido, não fui abordado por nenhuma autoridade do senado ou do meu partido”, afirmou o ministro.

Alvo de 11 acusações no Conselho de Ética, Sarney está sendo pressionado a deixar a presidência do Senado por cinco partidos. Senadores do PSDB, DEM, PDT, PT e PSB se uniram numa espécie de “frente” suprapartidária para endurecer o tom dos discursos e cobrar conjuntamente o afastamento temporário do peemedebista.

O movimento surgiu em resposta aos ataques de aliados de Sarney ao senador Pedro Simon (PMDB-RS) no plenário do Senado ontem.

Os senadores estudam divulgar uma nota com o pedido para que Sarney deixe o cargo temporariamente caso o Conselho de Ética arquive as denúncias contra o presidente da Casa sumariamente.

Hoje, Sarney desistiu de discursar na tribuna da Casa para demonstrar que não pretende renunciar ao cargo. Orientado por aliados, o presidente do Senado decidiu esperar a reunião do Conselho de Ética da Casa marcada para amanhã antes de se manifestar aos demais parlamentares.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *