PIG, de acordo com a Wikipedia, significa “Partido da Imprensa Golpista (comumente abreviado para PIG ou PiG) . É uma expressão usada por órgãos de imprensa e blogs políticos de orientação de esquerda para se...

PIG, de acordo com a Wikipedia, significa “Partido da Imprensa Golpista (comumente abreviado para PIG ou PiG) . É uma expressão usada por órgãos de imprensa e blogs políticos de orientação de esquerda para se referir a órgãos de imprensa e jornalistas por eles considerados tendenciosos, que se utilizariam do que chamam grande mídia como meio de propagar suas ideias e tentar desestabilizar governos de orientação política contrária”.

PIG, na minha modesta maneira de ver as coisas, é uma expressão negativa, pejorativa, estigmatizante, com a qual o blogueiro Paulo Henrique e seus mujahidins achincalham todos os que não concordam com as bobagens que ele escreve. PIG, porco, é aquele que não se enquadra no maniqueísmo das categorias e das conveniências comerciais do blogueiro. É quem não se alinha ao neobolcheviquismo de araque de PHA.

O bordão popularizado por ele, as mentiras reiteradas, a arrogância — falta-lhe hombridade até para pedir desculpas! — transformaram Paulo Henrique Amorim numa espécie de ídolo de uma pequena turba de fanáticos religiosos — composta, em parte, pelos fanáticos da igreja universal, em parte pelos desocupados que conseguem uma sinecura no serviço público, em parte — acho que em grande parte — por pessoas bem-intencionadas, simplesmente equivocadas, porque é fácil aderir ao discurso de ocasião.

Tenho chamado o site dele de Der Angriff (O Ataque). Era o nome do periódico em que Joseph Goebbels, valendo-se das mesmas técnicas,  vociferava contra os “canalhas” que ousavam se opor ao nazismo. Quem se der ao trabalho de fazer uma análise dos textos de ambos os Der Angriffs vai notar uma incômoda semelhança.

PHA é um cara estranho, que não admite críticas, de quem não se pode discordar. A imprensa independente deste País seria, na deformação da estranha paralaxe paulenriqueamoriniana, a trincheira do PIG porque não admite o contraditório, estaria fechada numa conspiração antipetista permanente. Estranho, no entanto, que seu Der Angfriff não publique comentários que contrariam a opinião férrea de seu editor.

Onde está a democracia ? Seria necessário fazer uma Ley de Medios para democratizar a opinião na “blogosfera”, o espaço virtual em que o primeiro dos jacobinos da internet trama contra a nobreza francesa, a “Chuiça” em que ele transformou o Estado de São Paulo ? Seus mujahidins parecem não se importar com o fato inquestionável de que a tal democracia da “nova mídia” é igualzinha às mais canhestras degenerações da “velha mídia”.

O mundo de PHA é necessariamente bipolar. Ele próprio incorpora a “velha mídia” na Record e a “nova mídia” na internet. É o bem (encarnado por ele) contra o mal (todos os que discordam do que ele pensa ou manifesta). O opróbrio do PIG contra a magnanimidade do JEG. O petismo e o antipetismo. É necessariamente contraditório.  Senão, vejamos.

PHA denuncia a roubalheira da “direita” brasileira. Transformou a Privataria Tucana numa espécie de Livro Verde que deve, mais do que lido, ser cultuado,  tomado como única expressão da verdade absoluta. Mas a roubalheira no governo que agora ele venera, essa fica bem longe de seus pitacos, de sua pena ferina e de seu vocabulário xucro. Ele não se importa, por exemplo, de recorrer ao “chefe de quadrilha” do mensalão para decretar que houve um “empate” com Heraldo Pereira, que está lhe dando uma surra judicial, moral, ética, e de compostura.

PHA diz que não é racista. Mas não hesita em lançar mão do léxico escravocrata para ofender quase todos os negros deste País majoritariamente negro.  Não é racista — pelo menos é o que ele diz –, mas acha que todo negro que não é militante do movimento negro é “negro de alma branca”. Seríamos, portanto, um País de negros de alma ariana (ou branca, como ele gosta de dizer).

Paulo Henrique Amorim anuncia, no corpo de uma retratação,  que vai processar todo mundo que fala que ele injuria, ou que afirma que ele foi condenado por injúrias, inclusive injúrias raciais reincidentes (ele foi condenado sim, por Paulo Preto, “até as pedras sabem”!…). Este blogueiro tem a sorte de estar entre as dezenas de jornalistas que ele já antecipou que vai mesmo processar, o que me confere uma espécie de imunidade para continuar dizendo o que eu bem entender sobre ele. Assim, posso dizer que o sentenciado Paulo Henrique Amorim, que não acata decisões judiciais, não cumpre com acordos judiciais, vai à Justiça que ele desmoraliza para buscar reparação pelo que não pode ser mais reparado no plano de sua reputação.

O estigmatizador-geral da República adora tachar colegas, mas dá pitis  até em retratações públicas que a Justiça lhe obriga a fazer. Ele é capaz de admitir o erro no recôndito de uma sentença acordada– para levar alguma vantagem — mas não tem a honradez necessária para admitir publicamente que errou. Para ele, retratar-se não equivale a admitir culpa. Ora, o que é, então ?

Ele diz que querem pegá-lo, armam uma arapuca para sufocá-lo financeiramente com os mais de 40 processos que ostenta como troféus. Mas, de uma tacada só, antecipa que lançará mão do mesmo estratagema adotado por seu patrão, o “bispo” Edir Macedo, e vai processar em massa. Transforma, assim, o Judiciário em tacape, borduna, zarabatana de sua sanha irracional contra a Globo. Eu também trabalhei lá durante 12 anos. Lendo os disparates que sua ira lhe inspira, fico muito contente de não ter sido contaminado pelo virus desse ódio mortal que hoje parece ser a razão de sua vida.

Hoje, passando pelo Blog do Reinaldo Azevedo, assisti ao video do direito de Resposta concedido a Lula contra os disparates do âncora de antanho. Lembro-me da campanha que ele inventou para injuriar Lula por causa da venda de um carro velho, mas não me lembrava em que termos isso tinha acontecido. Reinaldo refrescou-me a memória. O contraditório PHA, na época, estava plenamente alinhado com o pensamento neoliberal-tucano, que dele só recebia elogios. O homem que popularizou e universalizou o Partido da Imprensa Golpista é o mesmo que tentou golpear a candidatura de Lula 13 anos atrás. PHA, portanto, é o verdeiro PIG.

O que mudou entre o PHA de 1998 e o PHA de 2012 ? Nada! Não se pode acusá-lo de ser incoerente. Na lógica estranha de seu universo de valores, PHA continua o mesmo injuriador compulsivo, arrogante, idólatra do Poder, sabujo do patrão (veja isso aqui, se duvidar), ferino com opositores, absoluto em seus espaços de manifestação profissional.

Tivesse ele a capacidade de pedir desculpas sinceras, pelo menos isso, talvez não estivesse passando pelo evidente pavor doloroso das perspectivas que lhe aguardam no fim da fila de seus 40 processos.

Comentários

  • mts

    14/03/2012 #1 Author

    JEG E BESTA..isso eh a imprensa capacho, chapa branca.
    Feita para ser lida por AMANTES DO MENSALAO.

    Responder

  • Luiz

    10/03/2012 #2 Author

    Gostei do seu texto e do seu blog. Concordei com suas críticas aos excessos do Jacobino PHA, que chegam às raias da irracionalidade.
    Discordei sobre a utilização do blog do Reinaldo Azevedo como exemplo de idéias, um jornalista que faz (imprensa marrom) exatamente o mesmo que o PHA, na defesa do PSDB e contra o PeTismo.
    Foi uma grata descoberta encontrar o seu blog.

    Responder

  • Romulo Araujo

    10/03/2012 #3 Author

    com todo respeito, vc não merece o meu respeito! um cara que defende o intolerante boris “caganeira” que humilhou a classe trabalhadora,vc é igual ele…boa sorte garoto,,é estágiário,e pode ter certeza que esse post lhe renderá a maior audiência do seu blog…..

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      10/03/2012 #4 Author

      Como o senhor é bem-educado! Fiquei encantado com a delicadeza, a força dos argumentos e a assertividade. Parabéns, mujahidin.

    • mts

      14/03/2012 #5 Author

      Qto vc ganha ai no diretorio de sapopemba para atuar na internet? To precisando de grana.

      Vamos ver se entendi..
      eh preciso falar bem dos mensaleiros, do pha, de cuba, do ira, do evo, e qquer ditador que o lulla goste, do teixeira pq o lulla tb gosta dele,…tipo isso ne?

      Acho q consigo. Qual teu salario? Vc usa revisor grafico?
      Trabalha em casa ? Enfim…uma graninha extra vai bem. Ainda
      n saiu meu bolsa ditadura, nem o bolsa rede, nem o bolsa vagabundo..seria um quebra galho escrever pro-mensalao durante o tempo que n tenho garantida nenhuma mamata.

  • Gerci Monteiro de Freitas

    10/03/2012 #6 Author

    O seu texto foi muito bem-escrito… gostei… quanto a PHA, bem, o cara não vale um comentário…

    Responder

  • Marcos

    09/03/2012 #7 Author

    Não conhecia seu blog, apenas seu trabalho no Jornal da Band. Achei o texto muitíssimo bem fundamentado. Meus parabéns! Passarei a acompanhar seus textos!

    Responder

  • ricardo

    09/03/2012 #8 Author

    Esse post tah perfeito, refletiu exatamente o que penso de PHA. Um cara arrogante, dono da verdade e que nao aceita opinioes diferentes

    Responder

  • Jose de Arimateia

    09/03/2012 #9 Author

    Pannunzio, seus argumentos caem por terra quando vc se cala diante dos despautérios do seu ilustre colega o ultra-conservador, líbelo do pensamento arrogante e discriminatório deste país, o sr. Borys Cosoy, portanto, meu caro olhe primeiro pra dentro da sua casa, quem convive pacificamente com um tipo como Borys Casoy não tem condições morais de atacar ninguem.

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      09/03/2012 #10 Author

      Esclarecendo. Eu não me calei diante no episódio do Bóris. Eu o defendi. Você pode encontrar os textos digitando o nome do Bóris no mecanismo de busca do meu site. Abs.

    • Jose de Arimateia

      09/03/2012 #11 Author

      Então tá bom, vc o defendeu, tá explicado sua fúria contra a esquerda e contra todos aqueles que militam neste campo.

    • Fábio Pannunzio

      09/03/2012 #12 Author

      Não sofisme, seu José. Argumente com mais racionalidade. Na falta do que falar, é melhor não falar nada.

    • Marcos

      09/03/2012 #13 Author

      Tem gente que acha que jornalista só tem opinião quando escreve a favor do partidão. É no mínimo bizarra essa lógica, não?

  • Maria Cristina

    08/03/2012 #14 Author

    Extremamente lúcida e coerente a análise. O que percebo, com base em todos os dados já publicados sobre o episódio, é que PHA transporta ganas ofensivas com relação àqueles que o ignoram e que não se curvam à sua antipática postura ideológica e pessoal. É arrogante, prepotente e ultrapassado. Não se deu conta de que não adianta destilar veneno, por não ter mais o tempo Globo que, possivelmente, não voltará. Endosso tudo que foi dissertado no artigo. E acrescentaria que PHA revelou-se, pelo próprio acordo a que anuiu, que é mentiroso, (como, aliás, pressupõe o verbo retratar-se), e que ofendeu um jornalista sóbrio, simpático e ético, e um Ministro, de forma gratuita e criminosa. Enquanto debochou da Justiça, retardando publicação do conteúdo judicial que lhe desnuda o espírito provocativo, belicoso e infracional, Heraldo permaneceu silencioso e alinhado. Politiqueiro e especialista em agredir honra alheia, com animus de ferir e massacrar, PHA não há de chegar a tamanha pretensão de supor que todos estamos errados – (inclusive ele, ante a Justiça, pois se desdisse) – e de que ideia e conceitos que sonha pregar estejam acima do que ele assinou ao se desmentir, numa conversa afiadíssima, cara-a-cara com a vítima e com o Juiz.

    Responder

  • Marbene Araújo Bueno

    08/03/2012 #15 Author

    Parabéns pelo testo no qual não faço nenhum reparo, a não ser que comungo com as observações pertinentes nele contidas.

    Responder

  • Vinícius Jadyr

    08/03/2012 #16 Author

    Você escreve muito bem. Seu blog foi uma feliz descoberta. O Reinaldo Azevedo também dá boas dicas (risos)

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #17 Author

    Heraldo Pereira acabou de afirmar que o PMDB conhece as estruturas do Poder, será que Paulo Henrique Amorim irá afirmar, novamente, que Heraldo é um repórter submisso as autoridades?

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      08/03/2012 #18 Author

      Gildo, muitíssimo obrigado pelas suas participações. Debater é isso: defender os pontos de vista, debater com energia, respeitar a diferença de opiniões. Muito legal. Abraço.

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #19 Author

    Deu no blog do Pannunzio: “Injúrias racistas de PHA custaram R$ 120 mil ao contribuinte brasileiro”.

    http://www.pannunzio.com.br/.

    Toda essa grana daria pra comprar 5.450 edições de “A CPI Que Abalou o Brasil”, de Leonardo Attuch e 3.428 edições de “Memorial do Escândalo – Bastidores da Crise e da Corrupção no Governo Lula”, de Gerson Camarotti, que seriam doados para Bibliotecas Municipais do Brasil.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #20 Author

    Deu no blog do Pannunzio: “Injúrias racistas de PHA custaram R$ 120 mil ao contribuinte brasileiro”.

    http://www.pannunzio.com.br/.

    Toda essa grana daria pra comprar 1.738 edições de “O Que Sei de Lula”, do paraibano José Neumanne Pinto e 2.220 edições de “O Chefe”, de Ivo Patarra, que seriam doados para Bibliotecas Municipais do Brasil.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #21 Author

    Deu no blog do Pannunzio: “Injúrias racistas de PHA custaram R$ 120 mil ao contribuinte brasileiro”.

    http://www.pannunzio.com.br/.

    Toda essa grana daria pra comprar 3.157 edições de “Lula é Minha Anta”, de Diogo Mainardi e 4.615 edições de “Esperança Estilhaçada”, de Augusto Nunes, que seriam doados para Bibliotecas Municipais do Brasil.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #22 Author

    Deu no blog do Pannunzio: “Injúrias racistas de PHA custaram R$ 120 mil ao contribuinte brasileiro”.

    http://www.pannunzio.com.br/

    Toda essa grana daria pra comprar 3.007 edições de “O País dos Petralhas”, de Reinaldo Azevedo e 2.000 edições de “Já Vi Esse Filme”, de Luiz Maklouf Carvalho, que seriam doados para as Bibliotecas Municipais do Brasil.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #23 Author

    “Heraldo Pereira acabou de afirmar que o Fundo de Previdência Complementar foi inventado por FHC e que a turma do PT monopolizou as oposições e barrou a votação. Será que Paulo Henrique Amorim vai afirmar novamente que Pereira vive alheio às necessidades e lutas dos negros do Brasil e bla, bla, blá. Fala sério!” Este comentário foi enviado para o blog “progressista” de Paulo Henrique Amorim.

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/02/28/gilmar-heraldo-e-a-globo-quem-processa-pha/#comment-707085

    Evidentemente não foi publicado. No governo lulopetista, a Censura na blogosfera é paga com dinheiro do contribuinte.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #24 Author

    “Putz! Você trabalhou uma penca de anos na TV Globo e agora cospe no prato que comeu. Que coisa feia!” Este comentário foi enviado para o blog “progressista” de Paulo Henrique Amorim.

    http://www.conversaafiada.com.br/pig/2012/02/29/heraldo-combata-a-falta-de-negros-na-globo/#comment-708355

    Evidentemente não foi publicado. No governo lulopetista, a Censura na blogosfera é paga com dinheiro do contribuinte.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #25 Author

    “PHA, combata a falta de negros na TV Record”. Este comentário foi enviado para o blog “progressista” de Paulo Henrique Amorim.

    http://www.conversaafiada.com.br/pig/2012/02/29/heraldo-combata-a-falta-de-negros-na-globo/#comment-708355

    Evidentemente não foi publicado. No governo lulopetista, a Censura na blogosfera é paga com dinheiro do contribuinte.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #26 Author

    “Não entendi, quem foi condenado a pagar indenização de R$ 30.000,00? Gilmar, Heraldo, a TV Globo ou Paulo Henrique Amorim? Fala sério!” Este comentário foi enviado para o blog “progressista” de Paulo Henrique Amorim.

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/03/01/gilmar-heraldo-e-a-globo-quem-processa-pha/

    Evidentemente não foi publicado. No governo lulopetista, a Censura na blogosfera é paga com dinheiro do contribuinte.

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #27 Author

    Deu no Estadão: “Heraldo, a cor e a alma”. E Demétrio Magnoli mandou essa: “A adulação, reservada às autoridades, e a injúria, dirigida aos oposicionistas, são as ferramentas de trabalho de Paulo Henrique Amorim”.

    Alguém deseja acrescentar algo mais? Fala sério!

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #28 Author

    Deu no Estadão: “Heraldo, a cor e a alma”. E Demétrio Magnoli mandou essa: “Às vésperas da disputa presidencial de 1998, Paulo Henrique Amorim, no comando do jornal da TV Bandeirantes, engajou-se numa estridente campanha de calúnias contra Lula, que retrucou com um processo judicial e obteve desculpas da emissora”.
    Alguém deseja acrescentar algo mais? Fala sério!

    Responder

  • Gildo Araújo

    07/03/2012 #29 Author

    Deu no Estadão: “Heraldo, a cor e a alma”. E Demétrio Magnoli mandou essa: “Há nove anos, desde que Lula recebeu a faixa de Fernando Henrique Cardoso, o blogueiro consagra seu tempo a cantar-lhe as glórias, a ofender opositores e a clamar contra o jornalismo independente. Funciona: a estatal Correios ajuda a financiar o blog infame”.

    Alguém deseja acrescentar algo mais? Fala sério!

    Responder

  • Rafael

    07/03/2012 #30 Author

    Ótimo texto! Ótimo blog! Parabéns!!!

    Responder

  • Lucas Baisch

    07/03/2012 #31 Author

    Eu não acredito em jornalismo independente. nem do PHA, nem do Pannuzio, nem da Globo, nem da Record, nem de ninguém. Não acredito nem na minha imparcialidade como pessoas.

    É justamente aí – em se dizer independente – que mora o pior jornalista, a maior pessoa. NÓS – seres humanos – NÃO SOMOS independentes, ninguém é.

    A independência pode vir muito mais pelo não-dito do que pelo dito de várias maneiras.

    Gonçalo Osório e Fábio Pannuzio, como vocês acham que a grande mídia tratou um livro A Privataria Tucana? O PIG foi independente? E a CPI, gerada a partir das denúncias do Amaury Jr., vai estar presente na pauta dos grandes conglomerados de mídia?

    Vai estar nesse blog?

    Jornalismo independente não existe. Eu não acredito nisso.

    Viva a Internet!

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      07/03/2012 #32 Author

      Lucas, o livro teve o que mereceu — pelo menos aqui na Band. No blog, que não tem nada a ver com a Band, vai merecer uma resenha assim qeu eu conseguir terminar de lê-lo. Por enquanto, ele está na fila, atrás de um livro do Thomas Crouch sobre aviação e de “Deus, Um delírio”, do Dawkins, que estou relendo. O Sérgio Gabriel, que agora é correspondente em Buenos Aires, fez uma matéria sobre a Privataria. O Boechat discutiu o livro na BandNews FM. Não vi o VT, mas participei da reunião em que a matéria foi discutida. Ocorre que, mesmo sendo algo como um “Cem Anos de Solidão”, a Privataria não é a nova Bíblia Sagrada.
      Para quem não tem o envolvimento militante com a causa dos blogs ditos progressistas, que os leva a funcionar como pasquins petistas, Privataria é apenas mais um livro. Se a CPI sair, vai ser notícia do mesmo jeito. Mas o jogo de bastidores e o lobby que os blogues vêm fazendo não interessam À televisão. A nenhuma delas, imagno. Por que será que o Jornal da Record também não fala todo dia da Privataria ? Pois lá está o QG dos “blogpros”.
      Eu não acredito em imparcialidade, mas creio muito em independência. Independência é você mirar sempre o interesse público, e não usar uma lente, uma viseira, para passar adiante uma visão estereotipada da realidade — por exemplo, a visão de um partido, de um governo, de um grupo. Isso não é jornalismo.
      Eu não acredito em insenção. Isso é um mito. Mas acredito em honestidade. Tem muita gente que acha que isso tanmbém é um mito.

    • Lucas Baisch

      07/03/2012 #33 Author

      O livro teve o que mereceu, sob os olhos dos donos da Band, da Globo, da Folha, de velha mídia.

      Eu li o livro. É bombástico. Que venha a CPI para dar nome aos bois, pra mandar m**** no ventilador. É disso que precisamos (nós, brasileiros): enfrentar de frente, cortar a própria carne, acabar com a peneira pra tapar o sol. Não? Assim como está acontecendo com os mensaleiros.

      É por isso que a Internet é uma ferramenta poderosa. É uma ferramenta pra levantar o tapete e ver a sujeira que os grandes jornalões e conglomerados de mídia escodem. Ou não escondem, Fábio?

      Pra falar a verdade, fazem semanas que eu não leio o PHA, por que ele me cansou (cheguei até aqui pelo 247). O tom dele me cansou. Mas, como já falei aqui outras vezes, é o que ele e outros fizeram com o noticiário político brasileiro que eles merecem meu aplauso.

      Se os blogues ditos progressistas são pasquins do PT, a velha mídia é pasquim de quem, então?

      De qualquer maneira, me surpreende muito positivamente tua postura em relação à imparcialidade. Entretanto eu, sinceramente, não acredito que o jornalismo político dos grandes conglomerados de mídia queiram o interesse público como norte em suas salas de redações.

      Se assim o quisessem, Privataria Tucana estaria estampado nas capas dos grandes jornais – assim como estaria (ou estará?) se descobrisses alguma roubalheira nas recentes privatizações dos aeroportos do governo Dilma.

      Afinal, se houve roubalheira no governo FHC, assim como houve no governo Lula (o mensalão) e, ainda, se houvesse (houve?) no governo Dilma, porque só se noticia os podres do PT?

      Não conhecia o teu blog, mas sim da Band.
      Parabéns!

    • Fábio Pannunzio

      08/03/2012 #34 Author

      Lucas, fiquei muito feliz com o seu elogio. Espero que você continue ativo e me criticando quando entender que é o caso.
      Sobre essa coisa de “velha mídia” contra “nova mídia”, não acredite em nada do que apregoam por aí. É tudo a mesma coisa: velha mídia, nova mídia, PIG, JEG… São meros estereótipos generalizantes para tapar o sol de sempre com a peneira de sempre. Repare: tem coisas horrorosas na “velha mídia”, onde eu ganho meu pão com toda a dignidade. E tem coisas horrorosas na tal “nova mídia” que têm cheiro de mofo. A impossibilidade de debater em alguns blogs autoproclamados progressistas, por exemplo, é uma contradição essencial. Abraço. E obrigado.

    • Carlos

      11/03/2012 #35 Author

      O livro “A privataria tucana” é absolutamente vazio. Baixei pela web (não iria gastar meu rico dinheirinho comprando aquilo) e li.
      Ridículo é pouco. Há erros tão vexatórios ali, que fica impossível levar qualquer coisa a sério – o que é ruim, pois decerto havia, sim, coisas a serem investigadas nos processos que serviram de pano de fundo ao livro, mas fica claro que o tal Amaury não tem competência para fazer tal natureza de investigação (e, como se não bastasse, ele escreve mal que dói!).
      O mais ridículo é o cara escrever “nas páginas X e Y mostro os documentos que PROVAM o fato Z”. Aí, vc vai analisar com calma os documentos nas páginas indicadas e conclui que aqueles documentos não PROVAM nada. Isso se repete inúmeras vezes no livro inteiro.
      Além disso, os 2 últimos capítulos do livrinho tentam atacar alguns nomes do PT – a mim pareceu muito mais “fogo amigo” do que qualquer outra coisa. Contudo, os blogs “independentes” (aqueles que independem de fatos para noticiar o que eles querem) parecem ter adquirido edições defeituosas do livro: creio que nas edições deles faltaram as últimas páginas, haja visto que não falaram nadinha sobre isso.

    • Gonçalo Osório

      07/03/2012 #36 Author

      Fábio,

      Sua escolha. Gente que escreve “PiG” não está interessada em argumentos. É gente paga para defender vigarices e atacar reputações. Você deve estar subempregado na Band, pois tem tempo de sobra para responder a boçalidades.

    • Fábio Pannunzio

      08/03/2012 #37 Author

      Eu tenho uma paciência de Jó, Gonçalo. Troca horas de sono por esse debate. Até quando me agridem ele é produtivo. E ando com meu IPad o dia todo conectado. Um abraço e muito obrigado.

    • Airton

      07/03/2012 #38 Author

      Essa CPI se acontecer , coisa que não acredito , mudaria a razão de ser da CPI . Ela , CPI , é prerrogativa da minoria , já que a maioria tem outras maneiras de fazer investigação.
      Se você ir até o blog do Intrigante encontrará a explicação dada pelo editor do porque a ” grande ” midia demorou para repercutir algo sobre o livro ( basicamente , a editora não enviou o livro para a ” grande ” imprensa antes da publicação , só o fazendo para a revista Carta Capital . No fundo eles queriam usar o falso silêncio da midia , pra alavancar as vendas do livro ).
      Sobre isenção , honestidade e independência o Pannunzio diz tudo.

    • Gildo Araújo

      07/03/2012 #39 Author

      Prezado Lucas. Este comentário foi enviado para o blog “progressista” de Paulo Henrique Amorim.
      “PHA, andei pesquisando denúncias sobre Denucci, o chefão da Casa da Moeda, nos blogs “progressistas” e nada, Quando os tuiteiros do PT vão se indignar contra esse “silêncio insurdecedor” da mídia “progressista”.
      29 de fevereiro de 2012 às 13:22.
      http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/02/28/gilmar-heraldo-e-a-globo-quem-processa-pha/#comment-707124
      Evidentemente não foi publicado.

    • Vivi

      08/03/2012 #40 Author

      Gildo Araújo, já perdi a conta dos comentários que mandei para o blog do Reinaldo Azevedo que não foram publicados.
      Para o do Augusto Nunes, eles são sempre mutilados, ora distorcendo-os completamente, ora para que ele destile sua grosseria, tachando o comentarista de miliciano.
      Não publicar comentários deixou de ser um argumento consistente.

    • Gildo Araújo

      07/03/2012 #41 Author

      Prezado Lucas, como você acha que a pequena mídia tratou o livro “O Chefe” de Ivo Patarra, cujo primeiro capítulo mereceu um singelo título: “Governo Lula, o mais corrupto da História”. A mídia “progressista” foi independente?

    • Lucas Baisch

      08/03/2012 #42 Author

      Já tive comentários não publicados no Conversa Afiada, achei um absurdo, mandei outros tantos questionando o por que. Seria algo sobre o que agora denominam JEGs – ou os PIG da esquerda. Não o defendo com unhas e dentes, mas creio que tenha méritos na Internet.

      E sim, acho que o jornalismo brasileiro – e o mundial, vejamos o Murdoch – falho. Atendem à interesses de alguns setores da sociedade, seja poder econômico ou político. São porta vozes desses setores.

      Estou sendo pouco reticente falando de Internet, pois é um tema eu gosto e que estudo. Tento contrapôr sempre esses debates com esse vídeo do Pierre Lèvy http://www.youtube.com/watch?v=ZLwgyui0Rxw&feature=player_embedded principalmente quando ele diz “qual instituição… em quais instituições confiar? Você decide”.

      Ele fala isso no sentido de que somos bombardeados por tanta informação todos os dias e as mídias tradicionais não são mais detentoras da informação.

      Trazendo pro debate aqui deste post, vemos que tanto PIG quanto JEG tem seus calcanhares de aquiles (Privataria Tucana e O Chefe). Creio que seria difícil o alcance do primeiro livro se não fosse a Internet. É é justamente esse fascínio que tenho em relação a ela e aos blogs que se opõe ao PIG.

      São alternativas, mas não são semi-deuses.

    • Airton

      08/03/2012 #43 Author

      A internet gera alguma noticia ?
      Ou ela repercute o que aquilo que você chama de velha mídia noticiou ?
      Qual foi a noticia que apareceu primeiro na internet e depois foi para a ” velha ” midia e para os blogueiros ?

    • Fábio Pannunzio

      09/03/2012 #44 Author

      Oi, Airton. Vou dar alguns exemplos pra você de que isso é possível, sim. Aproveito um pouco para lamber as minhas crias. Vai aqui: Morte de José Guilherme Villela, advogado de Collor; denúncia da atuação de uma quadrilha internacional que agia em vários países latino-americanos (foram presos porque o MP iniciou uma investigação a partir das informações do meu blog). Operação Pelada, o caso da escrivã que foi despida na marra por brutamentos da Corregedoria da Polícia Civil. Denúncia de que Renan Calheiros autorizou um assessor a fazer uma viagem de turismo para a Austrália por conta do erário.
      Um abraço.

    • Airton

      10/03/2012 #45 Author

      Pannunzio , me desculpe , desconhecia estas matérias e a sua origem inicial , mas convenhamos que é pouquissimo em relação ao que é repercutido nos mais variados blogs.

    • Lucas Baisch

      09/03/2012 #46 Author

      Qual foi a noticia que apareceu primeiro na internet e depois foi para a ” velha ” midia e para os blogueiros ?

      O livro A Privataria Tucana, com indícios de lavagem de dinheiro no governo FHC.

    • Airton

      10/03/2012 #47 Author

      Veja aqui vídeo , aos 2′ , declaração do editor do livro , o porque do livro não ter ido pra “velha ” midia , sob o ponto de vista deles é claro , já que não consideram a Revista Carta Capital como tal .

      [vimeo 36306046 w=680 h=383]

    • Gildo Araújo

      07/03/2012 #48 Author

      As denúncias do Amaury Jr. não gerou nenhuma CPI. A CPI do Trabalho Escravo e a CPI do Tráfico de Pessoas é que estão na fila do Congresso.

  • Gonçalo Osório

    07/03/2012 #49 Author

    Fábio

    Acho que você perde tempo precioso respondendo a quem assume que existe algo como “PiG”. Essa é uma invenção para constranger jornalistas como você, que tentam fazer seu trabalho de forma independente. Quando você responde a essa sacanagem, já está fazendo algo que eles querem. A turma representada pelo blogueiro a soldo de estatais e do bispo está perdendo em sequencia um processo atrás do outro. Credibilidade nunca tiveram. O problema desse blogueiro a quem você se refere é o processo penal, que corre por iniciativa do Ministério Público. Isso é gravíssimo. Eu não preciso concordar com o que você diz e faz, Fábio, para reiterar a você que há basicamente uma grande divisão no jornalismo brasileiro de hoje: é entre os decentes e os que não prestam. Os decentes podem ter várias posições políticas e manifestar suas simpatias ou o que seja. Os que não prestam são os que escrevem “PiG”. Eles facilitam bastante a tarefa de identificar quem é quem.

    Responder

  • Renata Lima

    07/03/2012 #50 Author

    Não é um comentário que quero fazer, mas como não vi um link para contatar o autor, acho que tem que ser por aqui mesmo. Escrevo esta (não precisa nem publicar, pode limar depois que forem feitas as alterações) só para apontar dois lapsos no texto:
    “em parte pelos descupados que conseguem uma sinecura no serviço público”

    Este “descupados” deveria ser ‘desocupados’.

    “paulenriqueamiriniana” deveria ser ‘paulenriqueamoriniana’

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      07/03/2012 #51 Author

      Obrigado, Renata. Correções feitas. Preciso muito da ajuda de pessoas como você, que têm olhos de lince. Eu mesmo não consigo encontrar meus erros de digitação. Obrigado uma vez mais.

  • Alexandre Gonçalves

    07/03/2012 #52 Author

    Olá, Fábio. Não conhecia seu blog, amigo. Sim, agora você é meu amigo. Adorei tudo que nele consta. Bom saber que há jornalistas limpos que dignificam a profissão.
    Seu blog já está adicionado na lista de leitura do meu mac.
    UM grande abraço,

    Alexandre Gonçalves.

    Sobre PHA, pessoas que não sabem lidar com o contraditório e saem cometendo crimes por aí – sim, a retratação é admissão de culpa -, não deveriam estar em sociedade. Qual o próximo passo que PHA, queimar cruzes na frente da casa de Heraldo ou de negros como eu que repudia o coletivismo e adere à falácia iMunda ( esquerda)?
    Por isso meu blog chama-se Caçador de iMundos.

    Outro abraço

    Responder

  • Mario

    06/03/2012 #53 Author

    Prezado Pannunzio,

    No blog dos Correios, fiz um comentário no post sobre as suas perguntas e veja o que me responderam:

    “Mario disse:
    6 de março de 2012 às 14:47
    ‘Pergunta: Quais são os critérios para a escolha dos blogues que receberão patrocínio dos Correios?

    Resposta: Na seleção de veículos são considerados critérios como cobertura, visibilidade e representatividade, entre outros.’

    Pelo visto, a empresa pública federal Correios não utiliza os princípios da impessoalidade e moralidade como critérios, visto que o blog “Conversa Afiada” dedica-se a fazer propaganda a favor dos partidos do Governo federal e contra os de oposição. Isso é caso de polícia…

    Mario.

    Responder

    Correios disse:
    6 de março de 2012 às 18:12
    Mario,

    Os atos de publicidade oficial dos Correios observam os princípios constitucionais. Inclusive, na condição de empresa pública, os atos oficiais dos Correios estão sujeitos ao controle dos órgãos de fiscalização.

    Cordialmente,

    Mario.

    Fonte:

    http://blog.correios.com.br/correios/2012/03/03/esclarecimento-sobre-materia-publicada-no-blog-do-pannunzio/#comments

    Responder

  • Luli

    06/03/2012 #54 Author

    Não entendo porque tanto empenho em acusar PHA e cultuar o PIG. Você é do Pig ??? Parece que sim….. ah, corrige lá a palavra “independete” deste país.Foi a pressa ou a indignação? Acalme-se.É feio um jornalista que quer reconhecimento escrever errado. Escolha seu caminho e siga rumo ao Pig fortalecido por suas palavras. será?

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      06/03/2012 #55 Author

      Obrigado. Vou fazer agora mesmo a correção. Bem, eu acho que su do PIG sim. Mas do PIG do B. Fica bom assim ?
      Abraço.

    • LUKIE

      06/03/2012 #56 Author

      PIG do B essa foi boaaaaaaaaaaaaaa

    • Airton

      07/03/2012 #57 Author

      O Pannanzuio se empenha em acusar o PHA ? Você viu o vídeo , é deve ter achado que ele senhor de barba era o Pannanzuio a alguns atras ou por um motivo simples (viseiras ) não consegue que quem o acusou foi o Lula . E que o acusa por usar os mesmos metodos que hoje usa pra difamar o Serra e o FHC .

    • Gildo Araújo

      07/03/2012 #58 Author

      Prezado Luli, também não entendo tanto empenho de PHA e derivados de acusar Serra e a TV Globo.

    • Gildo Araújo

      07/03/2012 #59 Author

      Algumas manchetes do blog “progressista”:
      “Serra não é o dono da bola, por Maria Inês Nassif”
      “Serra no jn mente sobre AIDS e genéricos. A visita do jenio ao jn foi o de sempre: ele não tem nada a declarar”
      “Sensus: Dilma passa Serra em MG. Hélio na frente de Anastasia”
      “Miro: Chico, Maitê, Bonner e a tropa de choque contra Dilma. O Conversa Afiada republica post do Miro: Chico Anísio, Maitê Proença e a tropa de choque anti-Dilma”
      “PMDB gaúcho foge de Serra”.

      Blogueiro “progressista” ou de aluguel? Fala sério!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *