O senador e presidente do Conselho de Ética, Paulo Duque (PMDB-RJ), arquivou agora há pouco as duas representações restantes que ele deveria julgar hoje....

O senador e presidente do Conselho de Ética, Paulo Duque (PMDB-RJ), arquivou agora há pouco as duas representações restantes que ele deveria julgar hoje.

As duas ações foram protocoladas pelo PSOL. Uma era contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e a outra contra o líder peemedebista Renan Calheiros (AL).

Os pedidos eram por quebra de decoro parlamentar dos dois políticos, supostamente envolvidos no esquema dos atos secretos.

Como argumento para anulação, estava mais uma vez o fato de as denúncias terem sido baseadas apenas em fatos publicados pela imprensa.

As medidas vão ser publicadas amanhã no Diário Oficial do Senado.

Depois disso, os parlamentares contrários à decisão têm dois dias para recorrer ao plenário do colegiado. A oposição já prepara um requerimento para contornar a situação.

Duque tem até esta sexta para analisar as outras sete reclamações envolvendo Sarney. A próxima reunião do colegiado acontece na quarta que vem (12), às três da tarde.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *