Do Congresso em Foco. Eumano Silva O presidente Lula usou boa parte do repertório de palavrões brasileiros para passar uma descompostura no ministro de...

Do Congresso em Foco.

Eumano Silva

O presidente Lula usou boa parte do repertório de palavrões brasileiros para passar uma descompostura no ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. O sermão aconteceu pouco antes da assinatura do novo acordo entre Brasil e Paraguai sobre a hidrelétrica de Itaipu, no dia 25 de julho.

A reprimenda de Lula valeu também para o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, presente no encontro.

A irritação de Lula foi motivada pela resistência de Lobão e Gabrielli em assinar o acordo.

— Vai t…, Lobão! Não me venha com esse papo. Vocês querem que o Brasil repita com os países pobres o mesmo imperialismo dos Estados Unidos com toda a América do Sul. Vai t…

Sem escutar os argumentos dos subalternos, Lula continuou a dizer o que pensava.

— O Brasil tem uma responsabilidade muito grande com os vizinhos, ainda mais com o Paraguai, teve a guerra. Vocês querem f… o Lugo (Fernando Lugo, presidente do Paraguai), mas não vão.

— E não adianta vocês fazerem estas continhas, estes numerozinhos. Vocês vao t…

A reprimenda de Lula foi reproduzida ao colunista por uma pessoa que tomou conhecimento da conversa. As frases, certamente, não são literais. Os palavrões e o sentido das reclamações do presidente, com segurança, são verdadeiros e ditos em grande quantidade.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *