por Antonio Ozório Leme de Barros(*) Criada em 2009, a Companhia dos Inquietos, núcleo paulistano de produção e pesquisa teatral, trouxe para o público, em abril de 2011, sua primeira montagem, uma obra do jovem e promissor dramaturgo carioca Jô Bilac (nome artístico de Giovanni Ramalho Bilac),Limpe todo o sangue antes que... Leia mais
Eric Nepomuceno Todo escritor precisa, entre tantas outras, de duas ferramentas essenciais: imaginação e memória. Uns mais de uma, outros mais de outra. Gabriel García Márquez é um exemplo nítido de escritor que sempre dependeu essencialmente da memória, embora seja tratado como dono de uma imaginação fabulosa. De nada... Leia mais
A foto que abre este post foi feita em 1974 pelo jornalista Valdir Zwetsch. Ela eterniza a ingenuidade de uma india Kamayurá num momento da história em que o governo expandia as fronteiras econômicas e promovia o povoamento do Norte do País. No ano passado, essa linda bailarina foi... Leia mais
Rodrigo Naves é uma das maiores promessas das artes plásticas contemporâneas. Nascido em Uberlândia, MG, está radicado em São Paulo, onde persegue com maestria sua temática geométrica. A técnica empregada é a pintura com rolos. O resultado é fantástico e produz uma empatia imediata. A exposição “Através das Cores” será... Leia mais
Era para ser a noite de Ricardo Amaral, jornalista de longa estrada que funcionou como assessor de Dilma Rousseff na campanha eleitoral. Ele lançou ontem à noite o livro “A Vida Quer é Coragem” na Livraria Saraiva do Shopping Higienópolis, em São Paulo, sobre os bastidores da campanha. Por... Leia mais
Antonio Barreto Cordelista, natural de Santa Bárbara-BA, residente em Salvador. Curtir o Pedro Bial E sentir tanta alegria É sinal de que você O mau-gosto aprecia Dá valor ao que é banal É preguiçoso mental E adora baixaria. Há muito tempo não vejo Um programa tão ‘fuleiro’ Produzido pela... Leia mais
Ponha um bocado de carvão sob uma enorme pressão, espere milhares de anos e você terá um diamante. Daí pode-se depreender, num sofisma, que o tempo é o artífice da transmutação da lenha nas pedras mais preciosas para a humanidade. Valdir Zwetsch, um jornalista de carreira impecável como repórter... Leia mais
Do Blog da katia maia Esse mundo politicamente correto a cada dia me surpreende mais. Eu já andava com um pé atrás em relação ao que se fala das cantigas infantis que, segundo a boa prática politicamente correta, não se deve mais cantar ‘atirei o pau no gato’, mas:... Leia mais