Nos anos 1990, na vigência da democracia e com presidente eleito por voto direto, os órgãos de informação do governo continuaram monitorando pessoas, partidos e movimentos sociais, entre outros alvos. Funcionária da Prefeitura de Porto Alegre e depois do governo do Rio Grande do Sul, Dilma Rousseff não escapou.... Leia mais
No ano do impeachment de Fernando Collor (1990-1992), hoje senador pelo PTB-AL, o serviço de inteligência do Palácio do Planalto apontou que o PT estava “aliciando” servidores para obter dados contra o então presidente. Os arapongas atribuíram a informação ao então deputado federal José Dirceu. “Dirceu afirma que o... Leia mais
Integrante da CPI do Cachoeira, o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) fez ontem no plenário do Senado ataques à revista “Veja” e ao empresário Roberto Civita, editor do Grupo Abril. Ao citar o jornalista Policarpo Júnior, chefe da sucursal de “Veja” em Brasília, o senador disse que a... Leia mais
Após um longo período de pouca exposição pública, o deputado carioca Miro Teixeira (PDT) voltou aos holofotes como uma das estrelas da CPI do Cachoeira. Com uma defesa ininterrupta da atuação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e da imprensa, Miro tem atuado para impedir que os desvios de... Leia mais
O senador Fernando Collor de Mello perdeu o mandato de presidente da República e os direitos políticos em 1992, depois de uma ampla investigação do Congresso. Investido agora na CPI do Cachoeira do papel de tarefeiro dos interesses subalternos dos integrantes do petismo radical, seus antigos algozes, Collor reencarnou-se... Leia mais
O ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB-AL) marcou ontem a sua estreia na CPI do caso Cachoeira atacando a imprensa e dizendo que será um guardião para evitar vazamento de informações sigilosas aos órgãos de comunicação. Hoje senador, ele deixou a Presidência da República em 1992 devido a acusações... Leia mais