Um doido na Casa Branca

Nunca, jamais , em tempo algum, numa genuína democracia ocidental, alguém ousou ir tão longe em ataques contra a imprensa. Nem Ruy Falcão, nem Franklin Martins, nenhum dos inimigos da imprensa no Brasil sequer sonhou com o que Donald Trump tem feito em suas investidas contra o que chama de mainstream media, ou mídia dominante.

De todas as alegorias do presidente dos Estados Unidos, sua ojeriza à imprensa é de longe a mais persistente. Tem a cara de uma mania, palavra associada a um desequilíbrio mental que faz com que certos desejos não possam ser refreados.

Clique para continuar lendo

Deu Trump! Porrada nela!!!

face_punchEram 5h39 quando o mundo ficou sabendo. Deu Trump. Não havia mais o que fazer.

O sujeito olhou para a mulher. Faltavam ainda alguns minutinhos para o despertador tocar. Cutucou-a com brutalidade e, assim que ela se levantou, desferiu-lhe uma bolacha na têmpora. E disse:

— O Trump ganhou a eleição. Acabei de ver na internet. A partir de hoje, acabou o feminismo. Agora vai ser porrada na cara todo dia!