Lula 2018 ?

luladetidoA detenção de Lula gerou uma comoção entre os poucos carolas que ainda rezam pela cartilha do ex-presidente. Lula recebeu o mesmo tratamento que outros anjos caídos mereceram da Operação Lava Jato. Por esses, no entanto, as únicas lágrimas de que se tem notícia foram as que verteram dos olhos de seus advogados — mas estes são carpideiras profissionais, não contam.

Os carolas de Lula, turma pequena mas barulhenta, querem vê-lo de volta à Presidência da República.

Se Lula, como disse, for um real mais honesto do que o Moro, os procuradores e policiais que o detiveram nesta sexta, vai disputar as eleições de 2018. Ao menos é o que ele diz.

Clique para continuar lendo

O vexame do Brasil e o fim da santidade de Lula

BBC: Lula detido

BBC: Lula detido

A ação da Polícia Federal desta manhã teve o condão de retirar Lula do andor de santo em que seus anos de glória lhe enfiaram. No camburão da PF, Lula não tem santidade, é apenas um homem como qualquer outro.

A condução coercitiva daquele que há pouco era o salvador da Pátria correu o mundo. Qualquer brasileiro com um pingo de zelo pela nacionalidade fica chocado ao ler a manchete estampada no site da BBC: “Ex-líder brasileiro Lula é detido”.

A palavra detenção, aplicada ao caso Lula, forma uma imagem de pesado simbolismo. Santos combinam com andor e devoção, não com viaturas policiais e algemas. Aqui no Brasil usa-se “condução coercitiva”. É eufemismo. O certo é detenção mesmo. Lula foi detido, como diz o site da BBC, para explicar seu sítio e o triplex do Guarujá.

Clique para continuar lendo

João Santana ‘deletou’ conta de e-mail para evitar curiosidade da PF

joaosanta01O que você faria quando soubesse que iria receber em instantes a visita nada amistosa de uma equipe da Polícia Federal a serviço da Operação Lava Jato ?

João Santana, o marqueteiro do PT, correu para o computador e apagou a conta do Dropbox. Só Deus e a mulher dele sabem que segredos essa conta guardava.

A ação apressada serviu como mote para que a Polícia Federal e o Ministério Público pedissem a extensão da prisão do marqueteiro. E também  confirmou, para os investigadores, algo de que eles já desconfiavam: que Santana foi avisado com antecedência da vigésima-terceira fase da Operação Leva Jato, que iria prendê-lo.

Clique para continuar lendo

Delcídio põe Lula e Dilma no centro da Lava Jato

delcidioA informação foi dada agora há pouco pelo meu colega Ricardo Boechat na Rádio Bandnews FM: A revista Isto É antecipou em dois dias a edição desta semana porque tráz uma informação que pode comprometer seriamente tanto Lula quanto a presidente Dilma Rousseff. Em delação premiada, Delcídio teria dito à Polícia Federal que foi Lula quem tramou o fatídico encontro em que ele, Delcídio, tentou corromper o filho de Nestor Cerveró para que ele fugisse do País — oferecendo inclusive avião e dinheiro para a fuga.

Clique para continuar lendo

Chegou Meia Hora, um talk-show diferente no Youtube

Quem vive à cata de notícias, análises e opiniões abalizadas não pode deixar de conhecer o talk-show Meia Hora, que está no ar num canal homônimo no Youtube. O programa é diário. As gravações ocorrem geralmente às oito horas da noite, horário do Brasil, quando correpondentes brasileiros posicionados ao redor do globo terrestre se encontram virtualmente para discutir os assuntos do dia.A gravação do programa é veiculada ao vivo. Internatutas podem participar enviando perguntas e comentários.

Clique para continuar lendo

Quincas Borba, meu cachorro

Captura de Tela 2015-08-20 às 17.24.51

Eu e o meu amigo Quincas Borba na pracinha do Real Parque

Tenho um cachorro chamado Quincas Borba. Ninguém sabe a idade dele. Dois veterinários divergiram de maneira tão cabal sobre esse assunto que deixei minha curiosidade para lá. Um disse que ele tem um ano e meio. Outro, que está para lá dois seis anos.

É um adorável vira-lata. Passou a infância, a adolescência e sabe-se lá mais o quê andando pelas vielas do Paraisópolis, uma das maiores favelas de São Paulo.

Quincas foi resgatado da miséria por uma ONG chamada Cão Sem Dono. Encontrei-o engaiolado (e muito triste) num petshop perto de casa. Foi amor à primeira vista. Ele tinha olhos grandes, profundos. Animados por movimentos lentos. Não fosse tautológico, diria que ele tem “olhos de ressaca”,  assim como Machado descreveu o olhar de Capitu.

Clique para continuar lendo

O deputado Zé Américo pirou. Providenciem um neuroléptico para ele já!

Captura de Tela 2015-08-12 às 16.11.21  Captura de Tela 2015-08-12 às 16.01.29 Captura de Tela 2015-08-12 às 16.07.13 Captura de Tela 2015-08-12 às 16.07.27  Captura de Tela 2015-08-12 às 16.16.24

O secretário nacional de comunicação do PT definitivamente pirou. Desde ontem, o deputado Zé Américo se dedica a xingar, afrontar e maldizer todos aqueles que criticaram sua tentativa de intimidar o editor destas linhas com um sugestivo pedido de corte de cabeça feito via Facebook.

“Babaca”, “retardado” e “analfabeto” são algumas das aleivosias que o parlamentar tem postado em seu perfil em resposta aos comentários de leitores de sua própria página que censuraram seu gesto.

Clique para continuar lendo

Afine sua panela. PT vai fazer blá blá blá na TV hoje à noite

Com a mesma cantilena de sempre, o Partido dos Trabalhadores, do Mensalão e do Petrolão vai ocupar o horário nobre na TV hoje à noite para tentar embromar o povo brasileiro. O roteiro foi  engendrado pelo marketeiro João Santana, responsável pela campanha mais mentirosa da história da nossa democracia.

Clique para continuar lendo

A tarde linda de um inverno quente

IMG_5220

A foto aí em cima registra um momento que tem se repetido todas as tardes deste inverno quente. Com o ar seco e o céu limpo, o pôr-do-sol tem sido um espetáculo delirantemente bonito. A foto foi captada na ciclovia da Marginal do Pinheiros, rio transformado em um valão negro por onde escoa o esgoto a céu aberto produzido pelas zonas Sul e Oeste de São Paulo.

O cheiro é horrível, mas em cinco minutos o nariz sublima o fedor. E a despeito da poluição contida na lama que escorre pelo leito do Pinheiros, o líquido ainda se presta a refletir a luz solar, criando essa paisagem espetacular (num meio inodoro como a internet).

Clique para continuar lendo

Zé Dirceu e tempo que cura, mas também corrompe

zedireceumariaantoniaOs cientistas políticos, historiadores, psicólogos e psiquiatras terão muito o que estudar até entender o que aconteceu nos 17.106 dias que se passaram entre 2 de outubro de 1968 e 3 de agosto de 2015. Eles demarcam o início e o fim de um processo de metamorfose que transformou uma das maiores promessas da política brasileira num notório corrupto.

A lagarta que encarnava Zé Dirceu na Rua Maria Antônia poderia ter parido a borboleta que iria mudar para sempre a vida da República. Ao invés disso, deu às trevas o grande articulador de todos os esquemas engendrados para conspurcar a decência e a ética — o Zé Dirceu do Mensalão, Petrolão e do que mais vier a ser revelado no futuro.

Clique para continuar lendo

Dois anos sem cigarro. E ainda não estou curado do tabagismo

cigarro

Dois anos atrás procurei a ajuda da Dra. Jaqueline Issa, coordenadora do Núcleo de Tabagismo do INCOR de São Paulo, quando todas as tentativas de parar sozinho de fumar deram errado. Era uma espécie de último recurso ante a iminência inexorável de uma morte horrível, o pulmão carcomido por tumores que eu nutria com 60 cigarros consumidos a cada dia.

A Dra. Jaqueline, um anjo da guarda de jaleco branco, prescreveu dois antidepressivos e determinou que eu mesmo estabelecesse uma data próxima para largar o cigarro. Combinei comigo mesmo que isso se daria duas semanas mais tarde, na volta de um período curto de férias nos Estados Unidos.

Clique para continuar lendo

Bomba no Instituto Lula: os velhos tempos de volta

Não sei quem foi o idiota que atirou a bomba em frente ao Instituto Lula, mas sei que deve ser alguém sem nenhum apreço pela democracia e pela civilidade. As imagens registradas por câmeras de vigilância mostram uma cena comum durante a ditadura militar. Agentes da repressão esgueiravam-se pela noite em carros com chapa fria e iam detonar explosivos em bancas de jornais e teatros. Até que o atentado ao Riocentro revelou a engrenagem que movia o terror.

Clique para continuar lendo

O déjà-vu de Sérgio Moro

O ano era 2004. O sujeito, Sérgio Moro, juiz federal já provado nas investigações da lavanderia montada sob o teto do Banestado. O assunto, a Operação Mãos Limpas, tema sobre o qual o magistrado se debruçava com máximo interesse.  Foram esses os ingredientes que motivaram a produção de um artigo, com viés acadêmico, que Moro escreveu para uma publicação especializada em assuntos jurídicos.

Da análise do julgador sobre a investigação na Itália nasceu um documento que antecipa, como um déjà-vu de onze anos de idade, o que está ocorrendo agora no âmbito da Operação Lava Jato.

Clique para continuar lendo

Resposta da Prefeitura de SP à matéria sobre a ética e o lixo

Transcrevo a seguir a íntegra da nota emitida pelo assessor de imprensa do prefeito Fernando Haddad, o jornalista Nunzio Briguglio, em resposta à matéria publicada hoje pelo Blog do Pannunzio versando sobre problemas éticos na regulamentação da Lei das Sacolinhas. Louvo a celeridade da reação. E aproveito para sugerir o mesmo rito a outros assessores de imprensa da mesma Prefeitura, menos eficientes mas mais soberbos do que o experiente Nunzio.

Prezado Fábio Pannunzio:

Com relações as afirmações que você fez no Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, e mais tarde em seu blog, gostaria de esclarecer algumas informações:

Clique para continuar lendo

As sacolinhas e a ética do lixo em SP

Não foi apenas a Braskem. Quatro outros fabricantes de embalagens plásticas também fizeram contribuições ao diretório do PT durante  campanha em que Fernando Haddad se elegeu prefeito de São Paulo. No total, as doações dessas empresas somaram R$ 437 mil. Além dessas empresas, apenas o Banco Safra integralizou doações à campanha paulistana por intermédio do diretório do Partido dos Trabalhadores.

sacolinha
A contrapartida veio rápido. No dia 5 de janeiro a Prefeitura de São Paulo atendeu ao lobby dos fabricantes de embalagens plásticas ao regulamentar a chamada Lei das Sacolinhas. O decreto foi feito com o objetivo de permitir algo que a norma legal proibia expressamente — a distribuição de sacolinhas pelo comércio varejista.

Clique para continuar lendo

ONG da sacolinha “esconde” logo da Braskem

A ONG Greening, autora ideológica das chamadas “sacolinhas reutilizáveis” da gestão Haddd, escondeu em seu website o logo da Braskem, que até o mês passado estrelava sua galeria de ‘sponsors’. A mudança se seguiu à revelação de que essa ONG apresentou no dia 24 de novembro do ano passado, numa reunião na Secretaria de Serviços da Prefeitura, o layout das sacolinhas que a cidade só iria conhecer um mês e meio depois, quando o prefeito Fernando Haddad assinou o decreto que regulamentou a lei 13.374/11, de gestão Kassab.

Clique para continuar lendo

O lobby da Braskem e a lei das sacolinhas

A discussão sobre a lei que padronizou as sacolinhas distribuídas nos supermercados paulistanos já dura mais de dois meses . Desde o início, tenho sustentado que a PMSP aceitou de uma ONG patrocinada pela Braskem o projeto completo que redundou no design e na composição químicas das sacolinhas atuais.

A apresentação do lobby: negócio certeiro

A lei municipal 15.374/11 foi editada pelo então prefeito Gilberto Kassab há três anos e meio. Ela simplesmente proibia a distribuição de sacolinhas pelos supermercados. No fim do ano passado, a Justiça julgou a lei constitucional. A Prefeitura teve então que regulamentá-la para que passasse a vigorar. Nesse momento, surgiram os emissários da Braskem.

Clique para continuar lendo

Adeus à Deusa

Gisele se despede. Ela refundou as passarelas. Levou as curvas, a sensualidade e a saúde a um ambiente antes dominado por esqueletos  anoréxicas, bulímicos e carregados de olheiras. eis aqui uma lembrança dos tempos em que ela, recém-chegada de Horizontina, sua terra natal no Rio Grande do Sul, protagonizou como personagem uma matéria que eu fiz sobre a vida das modelos há quase 21 anos, em 1994.

Clique para continuar lendo

Molion: “Previsões do Painel do Clima brasileiro são catastrofismo não-científico”

O relatório do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas é uma peça desprovida de fundamentos científicos que tem por objetivo sedimentar projeções alarmistas que não encontram amparo na realidade. A opinião é do Professor Luis Carlos Molion, meteorologista mais expressivo entre os chamados “céticos” brasileiros — cientistas que contestam a hipótese do aquecimento global provocado pelo homem por meio do aumento das emissões de carbono na atmosfera.De acordo com o meteorologista, o planeta estaria, ao contrário, iniciando um período de resfriamento por causa da diminuição da atividade solar.

Clique para continuar lendo

Conjur: Blogueiro é condenado a pagar R$ 50 mil a Ali Kamel

Por Livia Scocuglia

Não há qualquer interesse público em relacionar o nome de duas pessoas com finalidade jocosa ou sensacionalista. Com esse entendimento, a juíza Simone Gastesi Chevrand, da 25ª Vara Cível do Rio de Janeiro, condenou Wilians Miguel de Barros responsável pelo blog Cloaca News ao pagamento de R$ 50 mil por danos morais ao diretor de jornalismo e esporte da TV Globo, Ali Kamel. O motivo da condenação é que o blogueiro publicou em seu site a falsa informação de que Ali Kamel atuou em filme pornográfico na década de 1980.

Clique para continuar lendo

A culpa é do STF

STF

2012 fez surgir diante da Nação uma instituição que  iria restaurar a cidadania, sanar os vícios na administração do dinheiro público e devolver a moralidade à política. O Supremo Tribunal Federal, abençoado pela lucidez de suas vestais — ainda que parte delas esteja corporificada na atuação de ministros do quilate de Lewandowsky e Tóffoli — foi “vendido” à opinião pública como a saída para resolver as contradições de uma democracia jovem, imperfeita e ainda em fase de testes.

Clique para continuar lendo

Uma pequena mudança na área de comentários

Quero novamente agradecer às pessoas que fazem deste blog um espaço realmente democrático. São os leitores, com sua visão pessoal dos assuntos aqui noticiados, que tornam as discussões ricas e panorâmicas.

Quem faz a manutenção técnica deste blog sou eu mesmo. Como vocês sabem, não sou um especialista em informática, pouco conheço de linguagem html e me valho de ferramentas públicas, como o gerenciador de conteúdo WordPress, para conformar o espaço da informação e da crítica neste blog. Daí a impressão geral — e acertada — de que as coisas deveriam ser mais bem-ajambradas no formato e funcionamento do blog.

Clique para continuar lendo

O vandalismo moral, por Sandro Vaia

Sandro Vaia, no Blog do Noblat

Diz a lenda que existem coisas que só dão no Brasil, como a jabuticaba. Não é verdade, mas quando a lenda é melhor do que a realidade, publique-se a lenda, como dizia aquele personagem de “O Homem que Matou o Facínora”, de John Ford.

A jabuticaba pode ser uma lenda, mas um deputado condenado e preso por corrupção ter o seu mandato mantido pelo voto secreto de seus pares ( para ser gentil e não chamá-los de comparsas), certamente deve ser uma primazia e uma contribuição original brasileira para o livro Guinness.

Clique para continuar lendo

A diplomacia genuflexa, os corintianos de Oruro e a fuga do Senador Roger Pinto

O governo brasileiro, por subserviência ideológica ao presidente da Bolívia, Evo Morales, tentou como pode atrapalhar  o trabalho dos advogados que atuaram em favor da libertação dos 12 corintianos presos em Oruro. É o que se denuncia a advogada Maristela Basso, que durante cinco meses e meio tentou tirar da cadeia os torcedores brasileiros.

Clique para continuar lendo

Dando nome à matilha

Aproveito o trabalho auspicioso do meu amigo Fernando Rodrigues para divulgar os nomes dos deputados que se esconderam ontem, no planário da Câmara Federal, para que o ladrão Natan Donadon preservasse o mandato parlamentar.

Esses caras são o lixo do parlamento. Lembre deles na próxima eleição. Quem protege bandido, bandido é!

** Há uma lista de exceções.  Romário  está internado para um procedimento cirúrgico na coluna, o que justifica sua ausência. Sérgio Guerra estava em são Paulo em função de seu tratamento. E Marcus Pestana perdeu um cunhado em acidente de trânsito e estava no enterro. Nomes de outros parlamentares que tenham justificativas plausíveis serão adicionados a essa relação de exceções.

Clique para continuar lendo

Quem deveria sentar no banco dos réus, por Ricardo Noblat

Ricardo Noblat, no Blog do Noblat

Finalmente apareceu alguém sem medo de confrontar a presidente da República – o diplomata Eduardo Saboia, cérebro da operação que resultou na retirada da Bolívia do senador Roger Pinto Molina, refugiado em nossa embaixada de La Paz há mais de 450 dias.

O Brasil acatara o pedido de asilo político dele, que denunciara autoridades do seu país por envolvimento com narcotráfico. A Bolívia negara o salvo-conduto para que Roger deixasse o país em segurança sob a acusação de que é corrupto.

Clique para continuar lendo

Filhos da p***, corruptos, safados, ladrões…

arteblackbloc

Arte: Neli Pinheiro (https://www.facebook.com/lolaxvicious)

Eu não tenho palavras para descrever minha indignação diante dos 280 safados, bandidos, corruptos, ladrões, filhos da puta com mandato federal que preferiram continuar despachando ao lado do presidiário Natan Donadon a tirar o mandato dele.

São iguais a ele: filhos da puta, safados, corruptos, ladrões.

Tomo emprestados dois ícones dos dias atuais: uma música dos Titãs e uma aquarela produzida por um artista Black-Bloc.

A música contém uma descrição da personalidade dos colegas de banditismo de Natan Donadon que o anistiaram.

Clique para continuar lendo

Esporro de Dilma: em casa onde falta pão, todos gritam, ninguém tem razão

Dilma Rousseff falou grosso ontem. Delimitou a distância entre o céu e o inferno para confrontar as razões que teriam levado um funcionário do terceiro escalão do Itamaraty a desafiar dois governos e trazer ao Brasil o senador boliviano Pinto Molina. Acertou na forma, visto que pelo menos tomou alguma posição, embora o que já se saiba não autorize a versão de que o governo brasileiro simplesmente não sabia da possibilidade da empreitada. Mas errou no conteúdo, porque nem o céu pode parecer tão celestial assim depois de um ano e meio de clausura — ainda que seja na embaixada em La Paz, e não nas dependências do DOI-CODI.

Clique para continuar lendo

Caiu Patriota. E as patriotadas ?

Dilma Rousseff degolou o ministro Antônio Patriota. A demissão aconteceu no arrasto da operação que trouxe ao Brasil o senador boliviano Roger Pinto Molina depois de 455 dias de segregação na representação do Brasil em La Paz. Patriota sempre foi um ministro inexpressivo. Sob seu comando, o Itamaraty não conseguiu sequer esboçar um gesto de contrariedade no episódio da prisão desumana dos torcedores corintianos em Oruro.

Patriota pode ser enquadrado muito bem em uma categoria que nada tem a ver com a tradição  secular de respeito e admiração da nossa diplomacia. Tradição  inaugurada pelo Barão do Rio Branco no começo do século passado e reafirmada quatro décadas depois por Osvaldo Aranha.

Clique para continuar lendo