Blog do Pannunzio

Collor continua atacado e atacando

Alguém aí tem um Lexotan pra dar pro Collor? O homem deve ter tido um fim-de-semana daqueles de difícil deglutição e digestão. Pela segunda vez consegutiva parou o plenário pra falar um amontoado de coisas desconexas. Veja só:

Sobre a mídia (ele é dono de um conglomerado de comunicação social, portanto ele é a própria “mídia”):

– “Boa parte da mídia deste país “estão”(sic) querendo fazer engolir essas empulhações contra o presidente José Sarney (…) A mídia não irá conseguir consagrar o seu intento. A mídia não fará com que a Casa se agache diante dela”.

Sobre a pressão da opinião pública (Sérgio Moraes está fazendo escola aqui no Congresso):

-“A multidão e a sua vontade quase nunca têm razão. Jesus Cristo foi levado à cruz porque a turba optou por Barrabás. Esse é o comportamento da massa. Esse é o comportamento da turba quando não infomrada convenientemente.”

– Sobre digestão e deglutição (ele mandou Pedro Simon engolir e digerir da maneira como achasse mais conveniente outro dia; hoje falou em “obrar na cabeça” de um jornalista).

– “Aqueles que têm alguma coisa contra a palavra engolir têm que fazer uma regressão porque não conseguiram ultrapassar a fase oral”.

Antes de dizer essas pérolas, Collor passou o tempo todo fazendo careta para o senador Pedro Simon, seu alvo predileto, enquanto Simon discursava da tribuna. O senador gaúcho já disse que tem medo do olhar de Collor. Hoje Collor caprichou nos trejeitos.

Related posts

Pausa na crise. Chegou visita no Senado

Fábio Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – Valor Econômico

Manifestação para Esplanada dos Ministérios na manhã desta terça

Leave a Comment