Corrupção Notí­cias Polí­tica

Marcha contra a corrupção será no dia 21 e pode reunir até 900 mil pelo país

No Jornal do Brasil

No próximo dia 21, quando homenageia-se Joaquim José da Silva Xavier, Tiradentes, um grande grupo  – que pode chegar a 900 mil pessoas – vai fazer uma marcha contra a corrupção, em diversos lugares do país (até agora 42 cidades já confirmaram a manifestação).

Chamado pelos organizadores e adeptos de Dia do Basta à Corrupção, o movimento tem como objetivos o enquadramento da corrupção como crime hediondo, o fim do foro privilegiado, além do fim do voto obrigatório.

O maior apoio do Dia do Basta à Corrupção até agora é o da Ordem dos Advogados do Brasil, segundo o senador Pedro Simon (PMDB-RS), que comemora a adesão dos brasileiros. Para selar o apoio da Ordem a nível nacional e definir a organização da manifestação, uma reunião com o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcanti, será realizada nesta quinta-feira (19). Entre os participantes estarão Simon e o também senador Pedro Taques (PDT-MT).

Os organizadores do evento de caráter nacional vão promover uma panfletagem em diversas universidades do país até sábado.

“Depois da aprovação da Ficha Limpa diante de pressão popular, o Dia do Basta à Corrupção deve ser um novo marco na história deste país. Tudo que o Brasil precisa para extinguir a corrupção é ter o povo fiscalizando e cobrando o Parlamento. Só assim o Congresso se identifica com a vontade popular”, analisou Pedro Simon

via Jornal do Brasil – País – Marcha contra a corrupção será no dia 21 e pode reunir até 900 mil pelo país.

Related posts

Mercosul suspende Paraguai, mas sem sanções

STF ordena quebra de sigilo fiscal dos réus do mensalão

Bruna Pannunzio

Dilma suspende negociação sobre MP que modifica Código Florestal

5 comments

Raphael 23/04/2012 at 00:38

900 mil….
Que piada!!!

Reply
Vivi 21/04/2012 at 03:03

Big Head:
Agradeço as boas-vindas!
Não sei muito bem o que acontece, se o blog do Pannunzio é muito pesado e demora pra carregar, ou se o problema é com a minha “recepção”, porque, ao acessá-lo, frequentemente o programa pára de responder, a argolinha azul fica girando hipnoticamente por tanto tempo, que minha paciência acaba e eu desisto de ler e de comentar. Além do que, o Pannunzio às vezes está “piguento” demais para o meu gosto… rsrsrs

Olha, se a imprensa turbinou a popularidade da presidenta foi porque o tiro saiu pela culatra. O plano era bem o contrário. Ela era um POSTE, marionete do Lula, quiseram minar a base aliada, e no fim, quem ficou bem na foto foi ela.
Mas eles continuam tentando.

E por que não podemos contar com a imprensa? Porque ela blinda seus “queridinhos”. Por exemplo: eu, que moro em São Paulo, leio infinitas matérias sobre problemas no Rio de Janeiro envolvendo o governador Sérgio Cabral, e não tenho nenhuma informação sobre o que se passa no meu próprio Estado!! Isso não é incrível? E não é uma tremenda coincidência que o Cabral seja apoiado pelo governo do PT, e em SP o governo é dos tucanos?

Reply
Fábio 20/04/2012 at 01:52

De nada adiantara mais esta marcha, o Brasil precisa de uma reforma politica urgente, uma reforma no judiciario e tambem um marco regulatorio para a imprenssa, hoje observei um audio do Leonardo Atthuch (brasil247) com o banqueiro Naji Nahas, parecia obra de um consultor, é uma pena a imprenssa brasileira esta tão incredula e norteada de homens corruptos. Mas acho que esta para nascer um responsavel por salvar esta patria. Sinto vergonha de ser brasileiro.

Reply
Vivi 18/04/2012 at 14:44

Palhaçada…
Outro espetáculo inócuo, pra dar matéria para a mídia…
Adianta tanto quanto fazer passeata pela paz vestindo branco e fazendo “pombinha” com as mãos…

O que vale é não eleger mais essas tranqueiras, marcar bem o nome dos larápios e não dar-lhes o voto!!

Pior é que nem prá isso podemos contar com a imprensa…

Reply
Big Head 19/04/2012 at 08:28

Vivi, seja benvinda de volta. Até concordo quanto a inocuidade destas passeatas, mas o que a imprensa tem a ver com isso? Será que não foi a “mesma de sempre” (apud “Professor”) que turbinou a popularidade da governanta, apontando so caminhos para que ela corrigisse – como é mesmo o uefemismo da moda? – os malfeitos no seu Ministério? Repito, mesmo achando essas manifestações não resolvem muita coisa, penso que, desde que tenham certa visibilidade, servem para mostrar aos políticos que ainda não entregamos o jogo, que estamos atentos. Agora, não sei o porquê, mas alguma coisa me diz que quem hoje desdenha de tais movimentos nos tempos de PT oposição vibrava com eles…

Reply

Leave a Comment