CPI do Cachoeira Deu no jornal Folha de São Paulo Notí­cias Polí­tica

Procuradoria vai investigar governador do DF e deputados

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, vai investigar o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), e três deputados ligados a Carlos Cachoeira.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou ontem Gurgel a procurar diretamente o Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde governadores têm foro especial.

Escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal mostram Cachoeira e integrantes de seu grupo discutindo com assessores de Agnelo nomeações e contratos de empresas privadas com seu governo.

As investigações da PF indicam que o grupo de Cachoeira atuou como representante dos interesses da construtora Delta, que presta serviços de coleta de lixo para o governo do Distrito Federal.

Agnelo só passará a ser formalmente investigado depois que o procurador-geral retirar as cópias do processo no Supremo e enviar o caso ao STJ, requisitando oficialmente a abertura de inquérito.

Agnelo também será alvo da CPI da Arapongagem, criada ontem pela Câmara do Distrito Federal para investigar suspeitas de que policiais a serviço do governador teriam espionado seus adversários.

Lewandowski autorizou a abertura de inquéritos no STF para investigar os deputados Carlos Leréia (PSDB-GO), Sandes Júnior (PP-GO) e Stepan Nercessian (PPS-RJ). Investigações da PF indicaram que os três tinham relações com Cachoeira e receberam dinheiro dele. Lewandowski negou pedido para que fosse incluído nas investigações o procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres, irmão de Demóstenes Torres.

via Folha de S.Paulo – Poder – Procuradoria vai investigar governador do DF e deputados – 25/04/2012.

Comentários

Related posts

Justiça de SP vai investigar denúncias de fraude nas adoções da IURD em Portugal

Senado aprova obrigatoriedade do diploma de jornalismo

CPI do Cachoeira avança depois de recuo do governo

Leave a Comment