Blog do Pannunzio

PMDB apela para Lula na tentativa de acabar com a crise no Senado

Da Folha Online.

Com participação direta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PMDB tentou abrir ontem caminho para um acordo a fim de enterrar os processos por quebra de decoro parlamentar contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e o líder do PSDB na Casa, Arthur Virgílio (AM).

A estratégia peemedebista contou com duas ações: o arquivamento ontem do processo contra Virgílio no Conselho de Ética e o pedido a Lula para pressionar os senadores petistas a desistirem de reabrir um dos processos contra Sarney.

Na noite de ontem, o líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (PT), foi até o gabinete de Sarney comunicá-lo da resistência em absolvê-lo. Os dois tiveram uma tensa discussão, presenciada pela senadora Ideli Salvatti (PT-SC). Sarney e Mercadante elevaram tanto o tom de voz que a discussão pôde ser ouvida por quem estava do lado de fora.

O peemedebista cobrou fidelidade dos petistas à aliança entre os partidos. Mercadante disse que não tinha condições de mudar de posição e continuaria defendendo a reabertura de pelo menos um dos processos contra o presidente do Senado –o que trata da nomeação do namorado de sua neta.

Após a reunião, Mercadante chegou a confidenciar que não tinha apego ao cargo de líder da bancada e poderia entregá-lo caso o presidente Lula exija uma mudança de posição. Apesar de seu posicionamento, Mercadante não tinha segurança de que alguns senadores do PT irão seguir sua orientação.

Comentários

Related posts

Petrobras recorre ao STF por obras de R$ 11 bilhões

Governo repassou R$ 115 mi a ONGs ligadas ao MST

Destaques dos jornais de hoje – Correio Braziliense

Fábio Pannunzio

Leave a Comment