CPI do Cachoeira Deu no jornal Folha de São Paulo Notí­cias Polí­tica

Câmara ensaia absolvição de deputados da bancada de Cachoeira

ERICH DECAT

Os relatores responsáveis por avaliar a relação dos deputados Rubens Otoni (PT-GO), Sandes Júnior (PP-GO) e Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) com Carlinhos Cachoeira sinalizam para o arquivamento das investigações, o que eliminaria a abertura de um processo de cassação.

Evandro Milhomen (PC do B-AP), Maurício Quintella (PR-AL) e Jerônimo Georgen (PP-RS) integram o grupo que vai avaliar os deputados. Eles deverão entregar um parecer conjunto até o final do mês.

Responsável pelo caso de Sandes Júnior, Quintella disse ter questionado os delegados das operações Vegas e Monte Carlo sobre a participação de Sandes Júnior.

“O da Vegas me disse que ele recebeu apenas um telefone Nextel e que não havia indícios de crime. O da Monte Carlo disse que no caso dele nem Nextel tinha.”

Citado em diálogo com Cachoeira, Sandes Júnior é alvo de inquérito aberto no STF.

Relator do caso de Otoni, Milhomen diz que não encontrou indícios contra o colega: “Eles não apresentaram nem a gravação”, disse, sobre vídeo em que Otoni aparece discutindo com Cachoeira pagamento de R$ 100 mil. Georgen diz que aguarda acesso aos documentos de Leréia.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Câmara ensaia absolvição de deputados – 19/05/2012.

Comentários

Related posts

Oposição contesta argumento de que novo tributo resolveria mazelas da saúde

Fábio Pannunzio

Presidentes de Câmaras multiplicaram patrimônio

TV flagra mensagem de petista tranquilizando Sérgio Cabral por CPI

1 comment

Airton 19/05/2012 at 17:13

Caminham pro mesmo resultado do Mensalão. Cassaram os que não tinham como salvar , Zé Dirceu e o Roberto Jeferson , os demais apesar de inumeros indícios ( já pra cassação não precisa de provas , é um julgamento politico ) foram todos absolvidos.

Reply

Leave a Comment