Blog do Pannunzio

Virgílio pode se defender no Conselho de Ética

O presidente do Conselho de Ética, senador Paulo Duque (PMDB-RJ), acaba de informar que o líder tucano Arthur Virgílio, presente à reunião do colegiado, vai poder se defender das acusações que recaem contra ele.

No entanto, a defesa só deve ocorrer quando os membros do Conselho decidirem, através do voto, se o recurso contra o arquivamento da reclamação envolvendo o parlamentar vai ser aceito ou não.

Virgílio é acusado pelo PMDB por quebra de decoro parlamentar ao manter por 18 meses um funcionário fantasma no Senado.

Semana passada, Duque arquivou a representação contra Virgílio. O peemedebista se baseou numa decisão do Supremo Tribunal Federal que indica que “o pagamento do tributo, a qualquer tempo, ainda que após o recebimento da denúncia, extingue a punibilidade do crime tributário”. Virgílio devolveu integralmente o dinheiro que se referia ao pagamento do ex-funcionário que recebia da Casa mesmo fazendo um curso de teatro na Espanha.

Já o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), não compareceu à reunião para se defender. O colegiado também julga hoje os recursos de 11 representações contra ele.

Comentários

Related posts

Um dia depois da multa do TSE, Lula faz promessa eleitoral ao lado de Dilma

Dilma critica PSDB e diz que estará ao lado de Ciro em qualquer situação

itatiaia – diretor

Leave a Comment