Notí­cias Segurança

Caso Yoki: dúvida sobre paternidade pode ter sido motivo do assassinato

O advogado Luiz Flávio Borges D’Urso vai revelar, daqui a pouco, no programa Band Eleições, qual seria o motivo do assassinato e esquartejamento do empresário Marcos Kitano Matsunaga. Ele assiste a família do diretor da Yoki. D’Urso disse ter razões para desconfiar que a motivação seja diferente das justificativas apresentadas pela assassina confessa Elize Matsunaga. Ela e seus advogados alegam que Kitano a teria agredido com um tapa no rosto e ameaçado tirar da mãe a guarda da filha do casal. A criança é loira e não parece ter ascendência oriental.

A versão de que Elize teria agido movida por forte emoção pode beneficiá-la com atenuantes que reduziriam a pena. De acordo com D’Urso, esse argumento não deve prosperar. O advogado já solicitou a realização de um exame de DNA para confirmar as suspeitas. Se não for filha de Marcos Kitano, a criança não terá direito à herança.

Como o inquérito já está praticamente concluído, o DNA só deverá ser solicitado pelo Ministério Público.

O Band eleições vai ao ar daqui a pouco, depois do CQC.

Comentários

Related posts

#foratodos!

Fábio Pannunzio

TJ manda soltar PMs que assassinaram publicitário em SP

Depoimentos à CPI do Cachoeira desmontam ofensiva de mensaleiros contra a imprensa

1 comment

JENIFER 12/06/2012 at 22:26

EM FAZER DNA DA CRIANÇA PRA ESCLARECER ALGUMAS DUVIDAS CONCORDO

Reply

Leave a Comment