Blog do Pannunzio

Marina Silva critica a MP da Devastação

Luana Lourenço
Agência Brasil

 

A aprovação de mudanças na legislação ambiental pelo Congresso Nacional, entre elas a dispensa de licenciamento para rodovias em construção e a simplificação da regularização fundiária da Amazônia, podem significar um “retrocesso” nas políticas brasileiras de preservação do meio ambiente. A avaliação é da senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva.

Uma das alterações perigosas para meio ambiente, na avaliação de Marina, é a Medida Provisória 452, que prevê o fim da exigência de licenciamento ambiental prévio para obras de pavimentação, melhoramento, adequação e ampliação de estradas já existentes, como as BRs-163 (que liga Mato Grosso ao Pará) e 319 (Amazonas e Rondônia).

“Quando ela dispensa a licença prévia para um empreendimento, ela está dizendo que as coisas serão feitas sem critério, ou seja, sem estudos de impacto ambiental, sem ações para mitigar os impactos sobre a floresta, sem um plano de desenvolvimento sustentável para a área de abrangência”, argumentou hoje (26) a senadora, em entrevista ao programaAmazônia Brasileira, da Rádio Nacional da Amazônia.

Leia a íntegra da notícia no site da Agência Brasil clicando aqui.

Comentários

Related posts

Texto de um jornalista indignado

Fábio Pannunzio

Sarney afirma sofrer “perseguição política” do Ministério Público

Ordem para publicar jornal fantasma não partiu da Assessoria de Comunicação, diz assessor de Riva

Fábio Pannunzio

Leave a Comment