CPI do Cachoeira Deu no jornal Notí­cias Polí­tica

Relator da CPI diz que Perillo mentiu sobre compra de casa

O empresário Carlinhos Cachoeira já morava na casa que pertencia ao governador Marconi Perillo (PSDB-GO) antes mesmo da oficialização da venda do imóvel pelo tucano e chegou a gastar mais de R$ 500 mil em sua decoração.

As informações reforçam a suspeita de que o imóvel foi vendido a Cachoeira, versão que Perillo nega, e foram reveladas ontem à CPI do Cachoeira pelo arquiteto Alexandre Milhomem e pelo relator Odair Cunha (PT-MG), que apresentou áudios inéditos do caso.

“Ninguém gasta um volume de recursos significativo numa casa emprestada, ainda que para passar um tempo”, disse Cunha (PT-MG), que afirmou, após o depoimento, que Perillo “com certeza” mentiu à CPI.

Em testemunho à comissão, Perillo disse que nunca fez negócios com Cachoeira. Ele sustenta que vendeu a casa para o empresário Walter Paulo Santiago, de Goiânia.

Cachoeira não aparece nos registros oficiais da venda do imóvel. Na escritura, consta o nome de uma empresa administrada por Santiago.

Mas duas novas gravações feitas pela PF e apresentadas pelo relator e reforçam o elo do empresário com o imóvel.

Gravadas em maio de 2011, elas mostram que o empresário já tinha poderes suficientes para tratar da decoração da casa que ainda pertencia oficialmente a Perillo.

Em uma delas, em 3 de maio, Cachoeira diz ao arquiteto que vai decorar o imóvel. A conversa ocorreu um dia após Perillo compensar o último de três cheques recebidos pela venda da casa, no valor de R$ 1,4 milhão.

O arquiteto disse que foi contratado por Andressa Mendonça, mulher de Cachoeira, para decorar a casa e que ela “deixou bem claro” que era temporário.

Segundo o arquiteto, Cachoeira gastou R$ 550 mil com a decoração. Milhomem diz ter recebido R$ 50 mil. Desse valor, pelo menos R$ 10 mil vieram da construtora Delta, por meio de uma empresa-fantasma.

O governador de Goiás negou ter mentido à CPI e reafirmou que não vendeu sua casa para Cachoeira.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Relator da CPI diz que Perillo mentiu sobre compra de casa – 27/06/2012.

Comentários

Related posts

Consumidor afetado por apagão em SP deve procurar empresa

Bruna Pannunzio

Depoimento de Dilma revela novas torturas

Eleitor da periferia de SP tem dificuldade com nome Haddad

Bruna Pannunzio

1 comment

Airton 27/06/2012 at 14:45

Só uma pergunta : a casa não foi vendida com pagamento em 3 cheques , o 1º para março ?
E o arquiteto trabalhou em junho ?
O meses do calendário mudou ou junho continua vindo bem depois de março ?
Depois que alguém vende uma casa , em prestações ou não , continua sendo responsável pela mesma ?

Reply

Leave a Comment