Blog do Pannunzio

Mesa Diretora proíbe que funcionários do Senado realizem cursos no exterior

O primeiro secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), acaba de informar que vai permitir ao líder tucano Arthur Virgílio (AM) acesso aos nomes dos funcionários da Casa que foram autorizados a estudar no exterior desde 1995.

O pedido, que virou exigência por parte de Virgílio hoje, foi feito no último dia primeiro de julho, quando o amazonense foi acusado de manter um funcionário fantasma em seu gabinete enquanto ele estudava teatro na Espanha.

Fortes acrescentou ainda que, por determinação da atual Mesa Diretora, nenhum funcionário do Senado está autorizado a estudar no exterior. “Essa presente mesa tomou o cuidado de proibir os cursos fora do Brasil”, alegou.

Related posts

Hidrelétrica inaugurada por Roriz é alvo de investigações do TCDF

Destaques dos jornais de hoje – Jornal do Brasil

Anulação de atos secretos vale a partir de hoje

Fábio Pannunzio

Leave a Comment